Edição 501

    NESTA EDIÇÃO

    Novo filão da biotecnologia, a biologia sintética cria novas formas de vida para atender às necessidades da indústria, tais como bactérias para cosméticos e medicamentos.

    Baseada em tradições orientais, a prática do mindfulness – ou atenção plena – conquista adeptos no mundo corporativo concentrando a consciência no momento presente.

    Megaeventos esportivos exigem operação reforçada de limpeza. No Brasil, o trabalho iniciado com a Copa do Mundo precisa melhorar, mas pode deixar um legado positivo para o país.

    Quando emerge das nuvens, no sul da França, Cordes-sur-Ciel oculta mistérios da antiga cultura provençal até hoje não decifrados.

    Em novembro, um módulo lançado pela sonda Rosetta, da Agência Espacial Europeia, dará início à mais completa pesquisa já feita sobre um cometa. O estudo pode revelar segredos sobre a origem da vida.

    Plataformas de financiamento coletivo na internet – o crowdfunding – cada vez mais captam recursos para atender projetos sociais.

    Vistos e carimbos costumam ter um valor sentimental para quem viaja. Mas os passaportes mais valiosos mesmo são aqueles que dispensam tudo disso.

    Vivemos cercados por tentações e compulsões. Algumas geram graves dependências psicológicas, químicas e comportamentais, difíceis de curar, mas passíveis de ser controladas.

    Régua na mão Os brasileiros estão comendo mais peixes e esse consumo é benéfico para a saúde. Mas é preciso estar atento à lei dos crimes ambientais (Lei 9.605, de 1998) que define o tamanho mínimo dos pescados, para evitar a captura de filhotes e assegurar a reprodução dos estoques. Veja, abaixo, o tamanho permitido para a venda das espécies [...]

    Apesar do nome intimidador, as armadilhas fotográficas são cruciais para a preservação da natureza. No Paraná, essas câmeras estão ajudando a recuperar as ameaçadas araucárias.

    O Brasil ganha um instrumento inovador para controlar as emissões rurais de carbono, tirar o agronegócio da condição de vilão do ambiente e aumentar as exportações.

    Fazenda hidropônica A organização Arctic Harvester, formada por quatro estudantes de arquitetura franceses, já pensa em tirar proveito do degelo dos glaciares impulsionado pelo aquecimeno global. A proposta é criar uma embarcação semicircular, com diâmetro de 300 metros, cujo espaço central abrigaria icebergs em derretimento. A água liberada pelos blocos de gelo seria usada em estufas hidropônicas a bordo, incumbidas de produzir frutas [...]

    Gunther Rudzit, especialista brasileiro em segurança internacional, diz que o novo marco civil da internet não será capaz de deter ações secretas de inteligência,como as denunciadas por Edward Snowden

    COMPARTILHAR
    blog comments powered by Disqus