Edição 502

    NESTA EDIÇÃO

    Empreendimento internacional iniciado em 2000, o programa Argo já colocou 3.600 sondas nos oceanos para reunir dados sobre temperatura, salinidade e composição das águas até 2.000m de profundidade.

    Em 1988, pesquisadores do Exército americano passaram um mês na caverna de Kitum, no Quênia, procurando a origem do vírus ebola. Não tiveram sucesso. Agora, a doença virou uma emergência mundial.

    Países têm governos, empresas possuem conselhos de administração e entidades civis, corpo diretivo.

    Não se iluda com a modernidade. A geopolítica do século XIX continua a alimentar caos e conflitos no século XXI.  Religião, petróleo, água, território ainda são as peças mais importantes do jogo estratégico das nações. 

    Os palestinos disparam milhares de projéteis sobre Israel, mas os poucos com pontaria são interceptados no ar pelos mísseis do Iron Dome.

    Com os níveis dos reservatórios que abastecem a Grande São Paulo cada vez mais baixos, a hipótese de racionar a água na cidade ganha força.

    A vigilância das leis ambientais e o aumento do volume do lixo induzem as prefeituras e as empresas a reciclar ao máximo e diminuir ao mínimo o dejeto que acaba morto e enterrado.

    O futuro dos filmes de ficção em que as pessoas usam veículos voadores para trabalhar ou fazer compras está cada vez mais perto.

    A tecnologia de captura de movimento, utilizada em "Planeta dos Macacos: o Confronto", está inovando o cinema. Essa é a aposta de Andy Serkis, o artista por trás da técnica à frente da evolução.

    Mel do Himalaia  Colher mel no Himalaia nepalês não é fácil. A 3.500 metros de altitude, os apicultores se dependuram em cordas e se protegem com fumaça para alcançar colmeias nas encostas das montanhas. O uso de agrotóxicos em plantações e o aquecimento global estão induzindo as abelhas a fazer colmeias ainda mais alto, a 4.100 metros de altitude. Segundo o pesquisador Uma Partap, do Centro internacional de [...]

    Pela primeira vez na sua história, a agência espacial lança cinco satélites ao espaço para executar missões ambientais na Terra.

    No mundo de trabalho e sobrevivência do passado, a estética adornava as festas, os espetáculos e as igrejas.

    COMPARTILHAR
    blog comments powered by Disqus