Egípcio passa sete meses com celular no estômago

Rapaz engoliu o aparelho numa brincadeira com amigos e pensava que poderia regurgitá-lo, mas teve de passar por cirurgia de emergência

Imagens do ultrassom do rapaz egípcio divulgadas pela imprensa local: brincadeira tola

Um egípcio de 28 anos engoliu um telefone celular há cerca de sete meses, em uma brincadeira com amigos, e imaginava que conseguiria regurgitá-lo, informou o site Gulf News citando o jornal local “Al Watan” e o portal Akhbar Al Youm. Mas, como se poderia prever, as coisas não correram exatamente como ele esperava.

Nos últimos dias, ele foi a um hospital estatal na província de Benha, ao norte do Cairo, e um ultrassom revelou a presença do aparelho no estômago do rapaz, confirmou o médico Mohammed Al Jazar, cirurgião cardíaco e especialista em tumores pulmonares. “O paciente foi encaminhado ao departamento de cirurgia geral do hospital para uma operação de emergência”, acrescentou o dr. Al Jazar.

LEIA TAMBÉM: Dente extraído de indiano é o maior do mundo

Segundo o portal Akhbar Al Youm, o paciente não tinha revelado o incidente para sua família por imaginar que poderia resolver o problema sem intervenção externa. Foi, obviamente, um erro de cálculo.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança