Embalagens 100% recolhidas

A Coca-Cola Brasil calcula alcançar até 2020 a meta da nova política de embalagens da corporação, ajudando a recolher 100% desses itens que põe no mercado

Garrafa de Coca-Cola: até 2030, a meta é recolher todas elas (Foto: Divulgação)

A The Coca-Cola Company anunciou em janeiro sua nova política de embalagens, cuja meta mundial é, até 2030, ajudar a recolher o equivalente a 100% desses itens que põe no mercado. No Brasil, a empresa chegará ao fim de cinco anos (2016-2020) com investimento de R$ 1,6 bilhão para garantir a realização desse objetivo, atuando em design, coleta e parceria. Atualmente, a Coca-Cola Brasil garante a destinação correta para 51% das embalagens produzidas (eram 36% em 2016) e busca chegar a 66% até 2020, graças ao aumento de participação de embalagens retornáveis, uso de resina reciclada na confecção de novas garrafas e apoio a mais de 200 cooperativas de reciclagem locais. A empresa está investindo em infraestrutura, entre ampliação de linhas de retornáveis, equipamentos de fábrica, compra de vasilhames e engajamento do consumidor, e em cooperativas de reciclagem. Do R$ 1,6 bilhão previsto entre 2016 e 2020, R$ 1,2 bilhão representa o investimento de hoje até 2020.

blog comments powered by Disqus