Empresa australiana usa folhas de eucalipto para encontrar ouro

Traços de metais podem ser encontrados em folhas, proporcionando uma oportunidade de empresas de mineração encontrarem depósitos de ouro enterrados a dezenas de metros de profundidade

Imagem aproximada de uma folha de eucalipto mostra traços de ouro, cobre e estrôncio nos veios coloridos da folha / Foto: CSIRO

Encontrar novos pontos para a mineração de ouro é um processo que exige tecnologia e custa muito dinheiro.

Uma pesquisa de 2013 da Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation (CSIRO), órgão nacional para a pesquisa científica na Austrália, provou que os eucaliptos extraem partículas de outro debaixo da terra, e essas partículas são depositadas nas folhas e galhos das árvores.

Agora, uma uma empresa australiana chamada Marmota desenvolveu uma técnica, baseada nesse estudo, que detecta traços do precioso metal para prospectar quais áreas vale a pena minerar.

Empresa australiana analisa folhas de eucalipto para detectar ouro sob o solo / Foto: CSIRO

As raízes dos eucaliptos se estendem por metros de profundidade, e funcionam como bombas hidráulicas, puxando do solo água e outros minerais. Para a planta, as partículas de ouro são tóxicas, então as árvores as movem para as folhas, de onde elas podem ser expelidas para fora do vegetal.

Usando raio-x, é possível produzir imagens que mostram claramente a presença de metais dentro da estrutura das folhas.

Essa técnica se mostra uma grande oportunidade para empresas de mineração, já que folhas podem indicar depósitos de outro enterrados até dezenas de metros de profundidade e debaixo de sedimentos de até 60 milhões de anos de idade.

COMPARTILHAR