Empresas verdes

Na rota da energia solar

Instalação de placas: conclusão em dezembro de 2016 (Foto: Divulgação)
Instalação de placas: conclusão em dezembro de 2016 (Foto: Divulgação)

A CPFL Energia concluiu em novembro a instalação de placas solares em 100 residências em um bairro de Campinas (SP). A iniciativa integra o projeto Telhados Solares, cuja meta é avaliar os impactos da microgeração nas redes elétricas das distribuidoras e preparar o Grupo CPFL para a expansão comercial da geração distribuída solar no Brasil. O projeto, que tem investimento de R$ 14,8 milhões e deverá ser concluído em novembro de 2017, envolve a instalação de placas fotovoltaicas em 231 consumidores. Esse número deverá ser atingido em dezembro de 2016, dando início à etapa de estudos técnicos. As 1.040 placas instaladas terão capacidade de 850 quilowatts-pico (medida de potência energética normalmente associada a células fotovoltaicas), volume suficiente para gerar 20% do consumo de energia dos 5 mil clientes do ramal da rede escolhido para a experiência.

 

Parceria de sucesso

Estação no Pão de Açúcar: 15 anos de programa (Foto: Divulgação)
Estação no Pão de Açúcar: 15 anos de programa (Foto: Divulgação)

O primeiro programa de parceria entre varejo e indústria no cenário nacional de reciclagem, feito pela Unilever Brasil e pelo Pão de Açúcar, comemora 15 anos em 2016 com mais de 100 mil toneladas de resíduos coletados. Presente desde 2001 em 44 cidades do país e no Distrito Federal, a iniciativa destina o material recolhido a 37 cooperativas de reciclagem parceiras, promovendo a inclusão social e a geração de renda para mais de 2.500 pessoas beneficiadas direta e indiretamente. Em linha com a Política Nacional de Resíduos Sólidos e com o formato de Postos de Entrega Voluntária (PEVs), as estações ficam nos estacionamentos das lojas do Pão de Açúcar e recebem papel, plástico, metal, vidro e óleo de cozinha usado.

 

Metas ambiciosas

8_pl527_empresas3

A PepsiCo, multinacional de alimentos e bebidas dona de marcas como Toddy, Elma Chips e Gatorade, divulgou em outubro sua agenda de sustentabilidade de 2025, cujos objetivos incluem a oferta de opções mais nutritivas de produtos, a redução do impacto ambiental da empresa e a capacitação de pessoas ao redor do mundo. Pelo menos dois terços das bebidas, por exemplo, deverão conter 100 calorias ou menos de açúcares adicionados a cada dose de 355 ml até 2025, com foco maior em produtos zero e de baixas calorias. A empresa também quer elevar em 15% a eficiência do uso da água em sua cadeia de suprimentos agrícolas em áreas de alto risco hídrico e reduzir em 20% a emissão de gases-estufa em sua cadeia de valor até 2030.

 

Estímulo à cultura

8_pl527_empresas43

A Novelis, líder mundial em laminados e reciclagem de alumínio, entregou em outubro três Cantos de Leitura em cidades paulistas. A iniciativa integra atividades globais do Mês de Voluntariado promovido pela empresa, que acontecem pelo quinto ano consecutivo nos 11 países onde atua. Com a ajuda de 391 voluntários da Novelis, os três espaços selecionados – Casa do Zezinho (São Paulo), Cidade dos Meninos (Santo André) e Casa PIA (Pindamonhangaba) – ganharam novas mesas, cadeiras e decoração temática. Cada uma das instituições recebeu também 1.200 livros novos, sobre vários temas. Depois da implementação, os Cantos de Leitura serão geridos pelas respectivas instituições beneficiárias. A Casa do Zezinho também recebeu uma sala especial para a exibição de filmes.

 

Desperdício zero

Produção da Alfa Citrus: reconhecimento (Foto: Divulgação)
Produção da Alfa Citrus: reconhecimento (Foto: Divulgação)

A empresa Alfa Citrus, que fornece laranjas e tangerinas desde 2009 ao Carrefour, venceu a etapa brasileira do prêmio Grande Desafio de Fornecedores 2016 do grupo varejista, cujo tema foi o combate ao desperdício de alimentos. A iniciativa, realizada pelo Carrefour desde 2015 nos dez países onde opera, elege a cada ano um assunto prioritário a ser explorado pelos fornecedores integrantes do programa Garantia de Origem. Para aproveitar 100% da sua produção, a Alfa Citrus adotou novos processos e práticas, que incluem roçadeiras ecológicas (as quais devolvem os resíduos ao solo como matéria orgânica), reciclagem do lixo e reaproveitamento do descarte de resíduo das laranjas e tangerinas para compostagem. Além disso, a empresa direciona as frutas excedentes para comercialização em grandes centros por valores menores.

 

Óleo reaproveitado

8_pl527_empresas6

Criado em 2014, o projeto Junte Óleo, Ultragaz Coleta, Soya Recicla, parceria entre Ultragaz, Bunge e Instituto Triângulo, chega ao fim de 2016 comemorando a coleta de mais de 460 mil litros de óleo de cozinha usado. A campanha está presente nos estados de Bahia, Ceará, Rio Grande do Sul e São Paulo, nas capitais e em cidades do interior. A cada dois litros de óleo de cozinha usados entregues nos caminhões da Ultragaz que circulam nessas cidades, o cidadão recebe duas barras de sabão biodegradável produzidas com parte do que é coletado. O restante é convertido em biodiesel. Os veículos habilitados para a coleta estão equipados com faixas informativas sobre o projeto. Tudo que é arrecadado é encaminhado ao Instituto Triângulo, que fica responsável pela produção do sabão e da destinação do resíduo à produção de biodiesel. No site do Instituto Triângulo (triangulo.org.br) é possível conhecer mais pontos de coleta e todas as localidades que participam da campanha.

COMPARTILHAR