Encontrada tartaruga de Galápagos que acreditava-se extinta

Desde 1906 não se via um único exemplar da espécie Tartaruga Gigante de Fernandina, mas uma fêmea adulta viva foi achada

Exemplar vivo de Tartaruga Gigante de Fernandina é encontrada em Galápagos. (Crédito: Divulgação)

Uma expedição especializada encontrou uma Tartaruga Gigante de Fernandina (Chelonoidis phantastica), na própria Ilha de Fernandina, em Galápagos, segundo declaração do governo equatoriano. Desde 1906 não se via um único exemplar da espécie, mas a Iniciativa de Recuperação das Tartarugas Gigantes (GTRI, da sigla em inglês) achou uma fêmea adulta no domingo durante seus trabalhos de busca.

A tartaruga, que, segundo cálculos, tem mais de um século de idade, foi levada para um centro de reprodução na ilha vizinha de Santa Cruz. Estudos genéticos serão realizados para “reconfirmar” que a tartaruga encontrada pertence às espécies da Ilha Fernandina, segundo disse à CNN, Washington Tapia, diretor do GTRI e líder da expedição.

E as notícias boas não acabam por aí: os especialistas acreditam que ela não está sozinha. Os rastros e o cheiro de outras tartarugas, que se acredita serem da mesma espécie, também foram observados pela equipe. “Isso nos encoraja a fortalecer nossos planos de busca para encontrar outros (exemplares), o que nos permitirá iniciar um programa de criação em cativeiro para recuperar esta espécie”, disse Danny Rueda, diretor do Parque Nacional de Galápagos.

Esta é uma das 14 espécies de tartaruga gigante nativas das Ilhas Galápagos, a maioria das quais estão ameaçadas de extinção devido à caça intensiva nos últimos dois séculos. O arquipélago de Galápagos é formado por 19 ilhas, fica a aproximadamente 1.000 km da costa equatoriana no Oceano Pacífico, e foi declarado parque nacional em 1959 e Patrimônio Mundial da UNESCO em 1978. Fernandina é a terceira maior e mais jovem das ilhas, continua sendo a mais vulcanicamente ativa.

blog comments powered by Disqus