Enxame de 40 mil abelhas fecha rua em cidade da Califórnia

Várias pessoas foram hospitalizadas em Pasadena depois que abelhas africanizadas investiram contra elas, vindas de um hotel

Enxame de abelhas africanizadas: o que castigou Pasadena tinha cerca de 40 mil desses insetos. Crédito: Jonathan Wilkins/Wikimedia

Várias pessoas tiveram de ir ao hospital e uma rua foi fechada em Pasadena, na Califórnia (EUA), depois que um enxame de cerca de 40 mil abelhas africanizadas surgiu do beiral de um hotel na semana passada, informou o jornal “The Guardian”. Polícia e bombeiros foram chamados ao local depois de uma reportagem sobre uma picada de abelha em uma avenida na cidade do sul da Califórnia na noite de quarta-feira (19 de fevereiro). Dois bombeiros, dois policiais e um civil acabaram no hospital após serem picados.

“Algo desencadeou [o ataque], alguma atividade, barulho, vibração… é difícil dizer o quê”, disse Dave Williams, da Associação de Apicultores do Condado de Los Angeles, à emissora de televisão local KTLA.

“Temos bombeiros que trabalham aqui há muitos e muitos anos, e eles disseram que esse é de longe o maior número de abelhas que já viram em um local”, disse Lisa Derderian, porta-voz do departamento de bombeiros de Pasadena, ao jornal “Los Angeles Times”.

LEIA TAMBÉM: Descoberta abelha primitiva de 100 milhões de anos com pólen

As abelhas africanizadas descendem de uma raça com miscigenação entre abelhas africanas e europeias que foi introduzida na América do Sul na década de 1950, mas que escapou e proliferou, criando espécies locais. Elas ganharam o apelido de abelhas assassinas por causa do hábito de defender agressivamente seus ninhos.

Os policiais e bombeiros que atenderam o caso em Pasadena tentaram inicialmente acalmar as abelhas com fumaça. Sem obterem sucesso, decidiram então usar espuma antifogo a fim de matar os insetos. “Não gostamos de matar abelhas, somos apicultores”, disse Williams à KTLA. “Mas em uma situação como essa, onde a segurança pública é preocupante, temos que cuidar do público.”