ESO flagra balé galáctico no céu

As galáxias NGC 5426 e NGC 5427 estão em processo de fusão e, no futuro, formarão um único objeto astronômico

As duas galáxias do objeto Arp 271: em processo de fusão. Crédito: ESO

Esta imagem obtida pelo Observatório Europeu do Sul (ESO) mostra um par de galáxias em interação, conhecido por Arp 271. Individualmente, estas galáxias são chamadas NGC 5426 e NGC 5427; ambas são espirais e têm aproximadamente o mesmo tamanho.

Alguns astrônomos acreditam que essas galáxias estão em processo de fusão para formar um único objeto. Essa interação dará origem a um número crescente de novas estrelas durante os próximos milhões de anos, algumas das quais podem ser vistas na “ponte” de gás que liga as duas galáxias.

Esse tipo de colisão e interação poderá também ocorrer na nossa galáxia, a Via Láctea. Ela muito provavelmente colidirá com a vizinha galáxia de Andrômeda, daqui a cerca de 5 bilhões de anos.

LEIA TAMBÉM: Observatórios mostram ‘ponte’ entre aglomerados de galáxias

Essas galáxias fiquem a mais de 120 milhões de anos-luz de distância da Terra e foram descobertas pelo astrônomo teuto-britânico William Herschel em 1785. Herschel era um cientista muito produtivo, tendo descoberto também a radiação infravermelha e o planeta Urano.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança