• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Assine
Revista Planeta
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Astronomia
  • Arqueologia
  • Ciência
  • Viagem
  • Espiritualidade
  • Siga-nos:Facebook
Featured23/12/2021

EUA aprovam pílula da Merck contra covid

Deutsche Welle
Texto por:Deutsche Welle23/12/21 - 18h59min - Atualizado em 24/12/21 - 06h48min

A Food and Drug Administration (FDA), agência dos Estados Unidos equivalente à Anvisa, aprovou nesta quinta-feira (23/12) o uso emergencial e doméstico de um tratamento oral contra a covid-19 desenvolvido pelo laboratório Merck.

É a segunda pílula contra a doença aprovada pela FDA. Na quarta-feira, a agência também aprovou o uso emergencial de um tratamento oral da Pfizer contra a covid-19.

O medicamento da Merck é o molnupiravir. Testes clínicos apontaram que a droga reduz as hospitalizações e mortes em 30% em indivíduos com alto risco de complicações se começar a ser tomada no início da manifestação da doença. Ela é indicado para os casos em que outros tratamentos contra a doença não estejam disponíveis ou sejam contra-indicados.

A droga insere pequenos erros no código genético do coronavírus para impedir a sua reprodução, o que despertou a preocupação de alguns especialistas da FDA de que ela poderia estimular a mutação do vírus para cepas mais virulentas.

Há também risco que ela possa afetar o desenvolvimento de ossos e cartilagens. Por esse motivo, não é indicada para menores de 18 anos e mulheres grávidas. O medicamento já foi autorizado para uso também no Reino Unido e está sob análise na União Europeia.

A pílula da Merck deve ser tomada duas vezes por dia, quatro pílulas por vez, por cinco dias. O ciclo de tratamento completo envolve 40 comprimidos e custa cerca de 700 dólares (R$ 3,9 mil) – o governo americano já encomendou 5 milhões de ciclos de tratamentos à Merck.

Alternativa à Pfizer

O molnupiravir não é tão eficiente quanto a droga da Pfizer, a paxlovid. A Pfizer informou que o seu medicamento reduz em 89% o risco de hospitalização ou morte pela doença em adultos, se administrado nos três dias seguintes ao aparecimento dos primeiros sintomas.

A pílula da Pfizer é uma combinação de dois medicamentos: o nirmatrelvir, uma nova droga experimental, e o ritonavir, um antiviral já existente e usado contra o HIV. O nirmatrelvir atua bloqueando a ação de uma enzima que o coronavírus precisa para se replicar. Já o ritonavir é administrado para retardar a degradação do nirmatrelvir no organismo, aumentando a sua eficácia.

Por outro lado, a FDA afirma que alguns pacientes devem evitar a pílula da Pfizer, porque o ritonavir tem interações medicamentosas com outras drogas e não é recomendado a pessoas com problemas graves no fígado ou rins. Para esses pacientes, a droga da Merck pode ser especialmente útil.

A pílula da Pfizer deve ser tomada por cinco dias, a cada 12 horas, durante cinco dias. O ciclo de tratamento completo custa 530 dólares (R$ 3 mil), e dez milhões de ciclos de tratamentos já foram encomendados pelo governo americano.

Além dos dois medicamentos de uso oral aprovados pela FDA, diversos países já autorizaram tratamentos intravenosos, a sua maioria para uso em hospitais, de anticorpos monoclonais. Mas a disponibilidade desses tratamentos é reduzida e eles são menos eficazes contra a variante ômicron.

bl (Reuters, ots)

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua

antiviral