Evento mostra relação entre jogos olímpicos e arqueologia na antiguidade

Formação Aberta do Museu de Arqueologia e Etnologia da USP falará na manhã desta quinta-feira sobre o contexto dos jogos na antiguidade e seu papel social no mundo grego antigo e de outras sociedades

Formação do MAE falará sobre jogos olímpicos e arqueologia. Crédito: Egisto Sani/Flickr

Consagrado como um dos mais importantes eventos internacionais da atualidade, os jogos olímpicos têm origens que remontam à Grécia Antiga. Você sabia que as Olimpíadas se relacionam com a arqueologia? É o que a Formação Aberta do Educativo do Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE) da USP vai discutir nesta quinta, dia 5 de agosto.

A palestra Jogos Olímpicos na Antiguidade: entre poder, competição e religião será ministrada por Vagner Carvalheiro Porto, professor do MAE. A formação, que começa às 10h, é aberta a qualquer interessado e voltada a educadores de museus e professores da rede básica de ensino. É possível se inscrever e obter declaração de participação, ou acompanhar como ouvinte diretamente pelo link de transmissão no YouTube: https://youtu.be/ZDJlchf59Es.

“Na Antiguidade, os jogos ligados às atividades esportivas fundamentam-se ao vocábulo agón (competição, do grego) como um elemento fundamental na manutenção da vida, e encontram suas origens e complementaridade nas honras e rituais de glorificação e superação da morte por meio da manutenção da memória”, conta o professor. Ele explica que esse “espírito agonístico” pode adquirir signos e significados diferentes na documentação textual e arqueológica (por exemplo, iconográfica) em diferentes contextos históricos da Antiguidade, “como desde a proto-história grega até o período romano.”

O professor Vagner é docente do Programa de Pós-Graduação em Arqueologia do MAE e do Programa de Pós-Graduação Interunidades em Museologia da USP. Tem experiência em Arqueologia Mediterrânica e do Oriente Próximo, atuando principalmente nos temas Arqueologia Romana Provincial, Numismática do Mundo Antigo, Curadoria de Exposições, Musealização do Acervo Mediterrânico do MAE e Humanidades Digitais.

O Educativo do MAE USP, coordenado pelo doutorando Maurício André da Silva, trabalha na formação de professores da rede pública e estudantes da USP. Com a pandemia, as palestras sobre o campo da educação museal, da arqueologia e da antropologia se tornaram virtuais. Todas as gravações estão disponíveis no canal do YouTube do Museu.

Acompanhe o evento Jogos Olímpicos na Antiguidade pelo link: https://youtu.be/ZDJlchf59Es

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago