• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Assine
Revista Planeta
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Astronomia
  • Arqueologia
  • Ciência
  • Viagem
  • Espiritualidade
  • Siga-nos:Facebook
Geral25/03/2022

Ex-soldado alemão é acusado de planejar ataque terrorista

Deutsche Welle
Texto por:Deutsche Welle25/03/22 - 15h00min

Suspeito mantinha depósito de armas. Promotores alegam que o ex-militar de tendência neonazista planejava derrubar o governo alemão e eliminar imigrantes e refugiados.Promotores de Frankfurt acusaram nesta sexta-feira (25/03) um ex-soldado da Bundeswehr, as Forças Armadas Alemãs, de planejar um grave ataque terrorista.

O ex-militar de 22 anos mantinha, juntamente com o irmão e o pai, um depósito de armas, assim como material que apontaria que ele planejava uma conspiração com objetivo de derrubar o governo alemão.

Os promotores disseram que o jovem tinha "um grande número de armas" para as quais ele não possui licença, além de "granadas, munições e vários dispositivos explosivos".

Segundo os investigadores, o homem é inspirado pela ideologia nazista e escreveu um manifesto sobre o tema aos 16 anos.

Ele supostamente começou a traçar um plano para criar uma organização militante neonazista para assumir o controle da Alemanha e eliminar imigrantes e refugiados. Conforme as autoridades, em julho de 2020 ele estava determinado a implementar o plano.

Parentes acusados

O pai dele, de 64 anos, e o irmão, de 21, supostamente aprovavam o plano. Os dois foram acusados por cumplicidade e por ajudar no planejamento das ações. As armas estavam escondidas em uma série de garagens próximas às suas propriedades no distrito de Hochtaunus, a noroeste de Frankfurt.

Os três também enfrentam acusações de violar as leis de armas e explosivos. Eles estão sob custódia desde 2021, enquanto os investigadores trabalhavam para determinar a extensão de seus crimes.

O caso contra o principal suspeito foi aberto pela primeira vez quando ex-namorada dele procurou a polícia para acusá-lo de abuso doméstico.

Ele ocupou por um tempo um posto de baixo escalão na Bundeswehr, mas as autoridades não especificaram quando e por que ele deixou o exército.

Nos últimos anos, a Alemanha teve que lidar com um aumento dos incidentes de extrema direita envolvendo soldados e ex-soldados.

le/md (dpa, epd)

Saiba mais

+ CPF do remetente deverá constar nas encomendas enviadas pelos Correios
+ Por que Saturno é tão temido?
+ Astrônomos chegam a consenso sobre a idade do universo
+ Fã ‘faz diagnóstico’ de hérnia em Rafa Kalimann, que confirma
+ Corpo de responsável por câmeras de clube onde petista foi assassinado é encontrado no Paraná
+ Por que Saturno é tão temido?
+ Veja objetos, símbolos e amuletos que atraem riqueza
+ Anitta conta o que a levou a fazer tatuagem no ânus
+ Ancestral humano desconhecido deixou pegadas estranhas na África