Flórida investiga misteriosa doença que atinge linces e panteras

Imagens capturadas por câmeras mostra animais tropeçando e caindo no chão

pantera Flórida
Panteras estão apresentando problemas neurológicos na Flórida / Foto: U.S. Fish and Wildlife Service / Domínio público

Um problema misterioso está atingindo felinos como linces e panteras na Flórida. Os animais afetados apresentam dificuldade para caminhar ou para coordenar os movimentos das patas traseiras.

A Comissão de Conservação de Pesca e Vida Selvagem da Flórida (FWC) divulgou, em comunicado, que confirmou danos neurológicos em uma pantera e um lince.

LEIA TAMBÉM: 11 filhotes de tigres de bengala são vistos em reservas indianas

Além disso, câmeras instaladas em áreas de mata capturaram imagens de oito panteras filhotes e um lince adulto que apresentaram diferentes graus da condição, mostrando dificuldade em caminhar. Nas imagens capturadas pelas câmeras é possível ver animais tropeçando e caindo no chão.

Segundo Gil McRae, diretor do Instituto de Pesquisa para Pesca e Vida Selvagem do FWC, apesar do número de animais exibindo esses sintomas ser pequeno, o instituto vai aumentar o monitoramento dos felinos para tentar determinar o escopo completo do problema.

O FWC também afirmou, no comunicado, que está fazendo testes para várias toxinas em potencial, incluindo venenos para ratos, assim como está estudando doenças infecciosas e deficiências nutricionais como possíveis causas para o problema que está afetando os felinos.

Estima-se que existam apenas 120 to 230 panteras adultas no estado da Flórida. A espécie está na lista de animais em risco de extinção.

 

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança

COMPARTILHAR