Folha de tabaco é ingrediente básico de vacina contra a Covid testada em humanos

Empresa produz vacina. Foto: Pixabay

Folhas de tabaco podem ajudar a controlar a pandemia de Covid-19. Duas empresas de biotecnologia estão usando a planta (Nicotiana benthamiana) para produzir uma proteína-chave do coronavírus que pode ser usada em uma vacina.

As vacinas agem “enganando” o nosso sistema imunológico, fazendo com que ele acredite que fomos expostos ao vírus. Sendo assim, quando ele realmente aparece, nosso organismo consegue combatê-lo.

Existem várias formas de fazer isso e uma delas é introduzir algo que pareça com um vírus mas que não seja infeccioso no nosso corpo. Essa é uma das abordagens que empresas estão usando em relação a essa pesquisa.

Para fazer a vacina, os produtores começam plantando as sementes de tabaco em uma estufa. Quando elas estão com aproximadamente 25 dias de idade, elas são mergulhadas em uma solução com agrobactérias para infectar as plantas. Nesse caso específico, elas foram modificadas para terem instruções para a produção de uma proteína do coronavírus.

Sete dias depois da exposição a essa agrobactéria, os responsáveis pela produção recolhem a planta e fazem com que ela passe por um processo de extração e purificação. Depois disso, é possível conseguir 99,9% da proteína pura.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança

COMPARTILHAR