Falar palavrões ajuda na hora de fazer exercício

Falar palavrões durante um grande esforço físico melhora o desempenho, segundo o psicólogo Richard Stephens (Foto: iStockphoto)

Ouvir palavrões em momentos de esforço físico não é nada agradável, mas quem os diz conta agora com um “desconto” acadêmico: pronunciar essas palavras aumenta a força despendida.

+ Vírus Zika pode auxiliar combate a tumor cerebral
+ Elefantes têm relações únicas com seus mortos – inclusive os estranhos
+ Técnica extrai inúmeras informações de um único grão de poeira da Lua

Feita pelo psicólogo Richard Stephens, da Universidade Keele (Reino Unido), a experiência colocou jovens (média entre 19 e 21 anos) em testes de ciclismo e de hand grip (exercício para as mãos que aumenta sua força), nos quais eles deveriam escolher um palavrão e uma palavra neutra (como “madeira” ou “marrom”) para pronunciar.

No caso da bicicleta, a pronúncia do palavrão aumentava em média 24 watts o pico de potência das pedaladas. Já nos exercícios de hand grip, o aumento de força dos bocas-sujas foi de 2,1 kg. A descoberta reforça uma pesquisa anterior de Stephens, que indicava que os palavrões aumentam a tolerância à dor.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança

COMPARTILHAR