• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Assine
Revista Planeta
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Astronomia
  • Arqueologia
  • Ciência
  • Viagem
  • Espiritualidade
  • Siga-nos:Facebook
Cultura27/01/2022

Fotos revelam segredos do interior de instrumentos do mundo

Interior de um piano de cauda Fazioli, da série “Architecture in Music”. Crédito: © Charles Brooks, compartilhada com permissão

27/01/22 - 12h32min

O neozelandês Charles Brooks é violoncelista desde criança e passou 20 anos tocando com orquestras ao redor do mundo. Brooks também é um premiado fotógrafo, e ao longo de todo esse tempo cultivou um interesse peculiar em relação à maneira pela qual funcionam o instrumento que ele toca e diversos outros. Em depoimento ao site Colossal, ele disse: “Eu nunca soube o que estava acontecendo lá dentro. Esse era um reino reservado para o luthier. Ocasionalmente, quando um instrumento estava sendo consertado, você tinha um raro vislumbre de dentro, o que sempre foi uma experiência emocionante”.

A curiosidade de Brooks está rendendo uma fascinante série de fotos, Architecture in Music, em que a anatomia interior de pianos e instrumentos de sopros, metais e cordas é exposta. “Sempre me interessei pela psicologia de como nossa mente interpreta a escala em uma imagem bidimensional. Fiquei fascinado com o efeito [da técnica fotográfica] tilt-shift, que fazia coisas grandes parecerem pequenas ao desfocar parte da imagem, e queria saber se poderia fazer coisas pequenas parecerem grandes mantendo tudo nítido”, afirmou ele ao Colossal.

Surpresas para o fotógrafo

A coletânea de fotos abrange, por exemplo, sombras lançadas pelos orifícios de um violoncelo, uma aparentemente interminável ​​escadaria da câmara de som de uma flauta e a fileira de martelos de um piano. O Colossal assinala que, à primeira vista, as imagens lembram mais o interior de edifícios ou de infraestruturas públicas do que componentes musicais.

As fotos de Brooks revelam, por exemplo, que, no caso de pianos de cauda Steinway e Fazioli, seus interiores são praticamente idênticos. Muitos dos instrumentos apresentavam marcas e resíduos de consertos feitos há centenas de anos. “Alguns instrumentos realmente me surpreenderam”, ele contou. “Eu nunca tinha pensado em olhar dentro de um didgeridoo [instrumento de sopro de aborígines australianos] antes e fiquei surpreso ao descobrir que foi esculpido por cupins, e não à mão!”

Cópias impressas dos trabalhos da série Architecture in Music podem ser adquiridas na loja virtual de Brooks. O trabalho do fotógrafo também pode ser conhecido mais a fundo no seu Instagram (via swissmiss).

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua

Architecture in Music