Fusão de galáxias antecipa futuro da Via Láctea e de Andrômeda

Choque de galáxias, no qual a maior absorve a menor, deverá ocorrer entre a Via Láctea e a vizinha Andrômeda em 4 bilhões de anos

As duas galáxias a caminho de se fundirem: destino da Via Láctea e de Andrômeda. Foto: ESA/Hubble & Nasa, A. Evans

As duas galáxias que aparecem nesta foto do telescópio orbital Hubble formam o objeto astronômico UGC 2369, localizado na constelação de Áries. Segundo a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), as galáxias estão interagindo, ou seja, a atração gravitacional mútua as aproxima cada vez. Com isso, suas formas vão sendo distorcidas.

Há uma espécie de “ligação” entre as duas galáxias, composta de gás, poeira espacial e estrelas. Sua origem é a atração de matéria que elas exercem entre si.

LEIA TAMBÉM: Mapa identifica “correntes ocultas” em nossa região do universo

As duas galáxias do UGC 2369 provavelmente se fundirão em uma só no futuro. Os astrônomos preveem o mesmo destino para a Via Láctea e sua vizinha, a galáxia de Andrômeda, daqui a 4 bilhões de anos.