Grupo esperava pelo “fim do mundo” em porão numa fazenda holandesa

As pessoas moravam no porão há vários anos, sem nenhum contato com o mundo exterior

Campo e igreja em Ruinervold: região tranquila cerca a fazenda. Crédito: Pixabay

A polícia holandesa encontrou um grupo de seis pessoas em uma fazenda na região da vila de Ruinerwold, na província de Drenthe (nordeste do país), que vivia em isolamento completo esperando pelo fim dos tempos, segundo o jornal holandês “Algemeen Dagblad (AD)” e o inglês “The Guardian”. O grupo – um homem mais velho e cinco jovens, com idade entre 16 e 25 anos – morava em um porão há anos.

O locador do prédio, de 58 anos, nomeado pela imprensa local como Josef K, foi preso na propriedade por se recusar a cooperar com a polícia. Segundo um morador local, o preso não é o pai da família.

Os moradores locais relatam que um homem ia à fazenda todos os dias em um Volvo velho. A fazenda estava cercada por cercas altas há vários anos. “Sempre vi apenas um homem lá”, disse um dos habitantes da vila. “Ele estava lá todos os dias. Mas não sei nada sobre crianças.”

LEIA TAMBÉM: Flerte com o apocalipse

O caso começou a ser investigado ontem (14 de outubro), quando um homem de 25 anos foi a um bar local, o café Kastelein, e se disse confuso, numa prosa infantilizada. Ele já havia estado no local dez dias antes, quando “pediu e bebeu cinco cervejas por conta própria”, disse o proprietário do bar, Chris Westerbeek, à emissora RTV Drenthe, citada pelo “AD”. Quando reapareceu, anteontem, o homem “parecia confuso”, disse Westerbeek. “Ele estava despenteado, com longos cabelos emaranhados. Nós conversamos. Ele disse que fugiu e precisava de ajuda, e que nunca havia estudado. Então chamamos a polícia.”

Escada para o porão

Westerbeek acrescentou que o homem havia dito que tinha irmãos e irmãs mais novos vivendo no porão, que todos “queriam acabar com o jeito que estavam vivendo” e ele não saía havia nove anos.

Os policiais foram até a fazenda abandonada e coberta de tábuas. Ao revistarem-na, descobriram uma escada para um porão atrás de um armário. Um homem mais velho e cinco pessoas mais jovens, todas com idades entre 16 e 25 anos, estavam lá. O homem mais velho estava na cama.

Segundo a RTV Drenthe, o grupo se manteve vivo com uma horta e uma cabra. Os vizinhos pensavam que apenas um homem morava na fazenda, embora um deles diga que já havia visto crianças na fazenda antes. A família foi levada pela polícia para um parque de recreação. Os jovens não teriam ideia de que havia outras pessoas no mundo. Apenas alguns gansos e um cachorro estavam andando pelo terreno.

A polícia de Drenthe confirmou que o grupo foi encontrado e que uma investigação foi iniciada na noite passada. A área ao redor da fazenda está fechada.

Enquanto a mídia holandesa descreve o grupo encontrado como uma família, uma porta-voz da polícia se recusou a confirmar o relacionamento exato ou que o pai dos jovens estava entre eles. Também não está claro se havia uma mulher, mãe dos jovens. Uma das suposições é que ela morreu e pode ter sido enterrada na fazenda.

“Ainda temos muitas perguntas sem resposta”, disse a polícia. A investigação do caso está em pleno andamento e, segundo a porta-voz, levará alguns dias.

COMPARTILHAR