Helicóptero Ingenuity é preparado para voar nos céus de Marte

O pequeno helicóptero está nos preparativos finais para ser lançado rumo ao Planeta Vermelho, com o rover Perseverance, em julho deste ano

Ingenuity, em concepção artística: primeiro aparelho mais pesado que o ar a voar nos céus marcianos. Crédito: Nasa/JPL-Caltech

Visto acima em concepção artística, o Mars Helicopter, um helicóptero pequeno e autônomo, viajará com o rover Mars Perseverance, da Nasa, rumo ao Planeta Vermelho ainda este ano. O lançamento, atualmente programado para julho de 2020, deverá demonstrar a viabilidade e o potencial de veículos mais pesados ​​que o ar nos céus marcianos.

Destinado a se tornar a primeira aeronave a tentar voos motorizados em outro planeta, o Mars Helicopter recebeu oficialmente um novo nome: Ingenuity. O nome foi criado por Vaneeza Rupani, aluna da Tuscaloosa County High School, em Northport, Alabama, no concurso de redação “Name the Rover”, da Nasa.

Como demonstração tecnológica, o Ingenuity é um experimento de alto risco e alta recompensa. O helicóptero viajará para Marte anexado à barriga do Perseverance. Por vários meses após o pouso do rover, o Ingenuity permanecerá encapsulado em uma capa protetora destinada a protegê-lo de detritos durante a entrada, a descida e o pouso. Quando o momento da missão do rover estiver adequado, o Ingenuity será preparado para permanecer em pé e operar por conta própria na superfície do Planeta Vermelho.

LEIA TAMBÉM: ExoMars mostra redemoinhos de poeira em Marte

Se o veículo movido a energia solar de 2 kg – uma combinação de componentes especialmente projetados e peças prontas para uso – sobreviver às noites geladas de Marte durante seu check-out antes do voo, a equipe continuará os testes.

Nave pioneira

Se for bem-sucedida durante sua janela de teste experimental de voo de 30 dias marcianos (31 dias da Terra), a pequena nave provará que o voo motorizado pode ser realizado em Marte, permitindo que futuras missões no planeta utilizem melhor os helicópteros de segunda geração para adicionar uma dimensão aérea às suas explorações.

O helicóptero concluiu com sucesso seu programa de testes de voo usando a câmara de simulação espacial de 7 metros do Laboratório de Propulsão a Jato (JPL) da Nasa, no sul da Califórnia. A próxima tentativa de voo será no ambiente real de Marte. Se o Ingenuity encontrar dificuldades, os engenheiros aplicarão as lições aprendidas em futuras demonstrações de tecnologia. A parte de coleta de ciência da missão Mars 2020 não será afetada.

Junto com a investigação de alvos difíceis de alcançar, como falésias, cavernas e crateras profundas, as futuras aeronaves poderiam carregar pequenos instrumentos científicos ou atuar como batedores para exploradores humanos e robóticos em Marte ou outros corpos celestes.

O Perseverance e o helicóptero Ingenuity estão atualmente em montagem e verificações finais no Kennedy Space Center da Nasa, na Flórida. Eles serão lançados em um foguete Atlas V do Cabo Canaveral ao redor de julho e deverão pousar na cratera Jezero, em Marte, em 18 de fevereiro de 2021.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança