Hubble apresenta uma espetacular galáxia espiral

A galáxia NGC 5643, na constelação de Lupus, foi palco de um recente evento de supernova

A galáxia NGC 5643 pelas lentes do Hubble: imagem registrada após 30 exposições diferentes e 9 horas de observação. Crédito: ESA/Hubble & Nasa, A. Riess et al.

A impressionante imagem do Telescópio Espacial Hubble, da Nasa/ESA, mostrada acima apresenta a galáxia espiral NGC 5643. Ela está localizada na constelação de Lupus (O Lobo), no hemisfério celestial sul.

Obter uma imagem de aparência tão boa assim não é fácil. Foram necessárias 30 exposições diferentes, para um total de 9 horas de observação, junto com a alta resolução e clareza do Hubble, para se produzir uma imagem de tão alto nível de detalhes e beleza.

A NGC 5643 está a cerca de 60 milhões de anos-luz de distância da Terra. Ela foi a anfitriã de um recente evento de supernova (não visível nesta imagem). Essa supernova (2017cbv) era um tipo específico em que uma anã branca rouba tanta massa de uma estrela companheira que fica instável e explode. A explosão libera quantidades significativas de energia e ilumina essa parte da galáxia.

LEIA TAMBÉM: Vista fenomenal de uma galáxia espiral

A observação foi proposta por Adam Riess, que recebeu o Prêmio Nobel de Física em 2011 por suas contribuições para a descoberta da expansão acelerada do universo, ao lado de Saul Perlmutter e Brian Schmidt.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança