Hubble apresenta uma galáxia superlativa sob vários aspectos

A NGC 6946 é uma recordista em eventos de supernovas e uma notável fábrica de estrelas, entre outras características

A galáxia NGC 6946: espetáculo no céu por diversos motivos. Crédito: ESA/Hubble & Nasa, A. Leroy, K.S. Long

A galáxia NGC 6946 é nada menos que espetacular. Somente no século passado, 10 eventos de supernovas foram observados nela, o que lhe rendeu o apelido de Galáxia dos Fogos de Artifício. Em comparação, nossa Via Láctea tem em média apenas entre 1 e 2 eventos de supernova por século.

A Galáxia dos Fogos de Artifício reside a 25,2 milhões de anos-luz de distância da Terra. Ela fica ao longo da fronteira das constelações setentrionais de Cepheus e Cygnus (O Cisne). Esta imagem do telescópio espacial Hubble, da Nasa/ESA, mostra suas estrelas, braços espirais e vários ambientes estelares em detalhes fenomenais.

Podemos ficar maravilhados com a NGC 6946, pois ela é uma galáxia de frente, o que significa que vemos a galáxia “de frente” para nós, em vez de vê-la de lado (ou pela borda).

A NGC 6946 é ainda classificada como uma galáxia espiral intermediária e como uma galáxia starburst. A primeira classificação significa que a estrutura da NGC 6946 fica entre uma espiral completa e uma galáxia espiral barrada, com apenas uma ligeira barra no centro. A última significa que ela tem uma taxa excepcionalmente alta de formação de estrelas.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança