Hubble flagra interação próxima entre galáxias

A atração mútua entre a NGC 6286 e a NGC 6285 está distorcendo suas formas e borrando suas aparências no céu

A NGC 6286 e a NGC 6285 interagindo: formas vão ficando desfocadas. Crédito: ESA/Hubble & Nasa, K. Larson et al.

Enquanto muitas galáxias vivem suas próprias vidas separadas e solitárias, outras chegam um pouco mais perto de uma vizinha próxima e levam seu relacionamento para o próximo nível. É o caso das galáxias desta foto do Telescópio Espacial Hubble, da Nasa e da Agência Espacial Europeia (ESA).

A NGC 6286 e a NGC 6285 formaram uma dupla denominada Arp 293, na constelação do Dragão, a mais de 250 milhões de anos-luz da Terra. Elas estão interagindo – sua atração gravitacional mútua puxa tufos de gás e correntes de poeira, distorcendo suas formas e suavemente borrando e desfocando suas aparências no céu (para observadores da Terra, pelo menos).

LEIA TAMBÉM: Imagem mostra campos magnéticos gigantes em ação em galáxia

O Hubble já viu vários pares de galáxias interagindo. Elas podem ter formas distintas, bonitas e absolutamente estranhas, que variam de partituras a uma nave espacial que entra em um buraco de minhoca de ficção científica, um buquê de flores celestes ou um pinguim guardando ferozmente seu precioso ovo.