Hubble mostra como a distância é importante no espaço

Na foto abaixo, uma única estrela chama quase tanta atenção quanto uma galáxia inteira

A galáxia espiral barrada NGC 4907, acima, aparece com outra protagonista na foto, uma estrela da Via Láctea. O efeito ocorre por causa da distância entre nós e elas. Crédito: ESA/Hubble & Nasa, M. Gregg

A galáxia espiral barrada da foto acima, conhecida como NGC 4907, mostra seu melhor lado, a 270 milhões de anos-luz de distância, para qualquer pessoa que possa vê-la do hemisfério norte. A foto é uma nova imagem do Telescópio Espacial Hubble, da Nasa/ESA, da face frontal da galáxia. Ela exibe aqui seus belos braços espirais, envolta folgadamente em torno de sua luminosa barra central de estrelas.

Brilhando abaixo da galáxia, há uma estrela que está dentro da Via Láctea. Essa estrela parece muito mais brilhante que os milhões de estrelas da NGC 4907 porque está 100 mil vezes mais próxima de nós. Sua distância da Terra é de “apenas” 2.500 anos-luz.

A NGC 4907 também faz parte do Superaglomerado de Coma, um grupo de mais de mil galáxias. Algumas delas podem ser vistas em torno da NGC 4907 nesta imagem.

LEIA TAMBÉM: Hubble revela galáxia com braços fantasmagóricos

Esse aglomerado maciço de galáxias fica dentro da constelação Coma Berenices, que recebeu o nome dos cachos de cabelo da rainha Berenice II do Egito. Tal constelação é a única que recebeu o nome de uma pessoa da história.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança