Hubble mostra galáxia incrivelmente simétrica

A NGC 3583, a 98 milhões de anos-luz da Via Láctea, chama atenção também por ter abrigado explosões de duas supernovas nos últimos 45 anos

Galáxia NGC 3583: além da simetria, marcada por duas explosões relativamente recentes de supernovas. Crédito: ESA/Hubble & Nasa, A. Riess et al.

Nas sombras da noite, encontra-se uma galáxia espiral barrada chamada NGC 3583, fotografada aqui pelo Telescópio Espacial Hubble, da Nasa/ESA. Essa é uma galáxia espiral barrada com dois braços que se lançam para o universo.

A NGC 3583 está localizada a 98 milhões de anos-luz da Via Láctea. Duas supernovas explodiram nessa galáxia, uma em 1975 e outra, mais recentemente, em 2015.

Existem algumas maneiras diferentes pelas quais uma supernova pode se formar. No caso dessas duas supernovas, as explosões evoluíram de dois sistemas estelares binários independentes, nos quais o remanescente estelar de uma estrela semelhante ao Sol, conhecida como anã branca, estava coletando material de sua estrela companheira. Alimentando-se de sua parceira, a anã branca devorou ​​o material até atingir uma massa máxima. Nesse ponto, a estrela entrou em colapso antes de explodir em uma supernova brilhante.

LEIA TAMBÉM: Hubble mostra uma galáxia absolutamente incomum

Dois desses eventos foram vistos na NGC 3583 e, embora não sejam visíveis nesta foto, ainda podemos nos maravilhar com a terrível simetria da galáxia.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago