Hubble mostra lindo berçário estelar em meio a nuvens no cosmos

Povoada por nuvens de poeira, a região de formação estelar AFGL 5180, a cerca de 380 milhões de anos-luz de nós, está em plena atividade

AFGL 5180, a aproximadamente 380 milhões de anos-luz da Terra: região de formação de estrelas. Crédito: ESA/Hubble & Nasa, JC Tan (Chalmers University e Universidade da Virgínia), R. Fedriani (Chalmers University). Agradecimento: Judy Schmidt

Aninhadas entre as vastas nuvens de regiões de formação de estrelas como a da foto acima, encontram-se pistas potenciais sobre a formação de nosso Sistema Solar. Na imagem do telescópio espacial Hubble, da Nasa/ESA, aparece a AFGL 5180. Trata-se de um belo berçário estelar localizado na constelação de Gêmeos, a cerca de 380 milhões de anos-luz da Terra.

No centro, uma estrela massiva está se formando e abrindo cavidades através das nuvens com um par de jatos poderosos, que se estendem para a parte superior direita e a inferior esquerda da imagem. A luz dessa estrela está escapando e chegando até nós, iluminando tais cavidades feito um farol que atravessa as nuvens de tempestade.

As estrelas nascem em ambientes empoeirados. Embora essa poeira dê origem a imagens espetaculares, pode impedir que os astrônomos vejam estrelas embutidas nela. O instrumento Wide Field Camera 3 (WFC3) do Hubble foi projetado para capturar imagens detalhadas em luz visível e infravermelha. Isso significa que as estrelas jovens ocultas em vastas regiões de formação estelar como AFGL 5180 podem ser vistas com muito mais clareza.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança