Hubble mostra uma galáxia espiral (quase) em perfil

Na foto, a NGC 3717 aparece, tal como as outras da sua categoria, com o formato de uma panqueca fina, cujo núcleo contém protuberâncias brilhantes e cheias de estrelas

A galáxia NGC 3717 em foto do Hubble: por esse ângulo, o formato lembra o de um disco voador. Crédito: ESA/Hubble & Nasa/D. Rosario

O Telescópio Espacial Hubble, da Nasa e da Agência Espacial Europeia (ESA), vê galáxias de todas as formas, tamanhos, brilho e orientações no universo. Às vezes, o telescópio olha para uma galáxia orientada de lado. É o caso da galáxia espiral mostrada acima: a NGC 3717, localizada a cerca de 60 milhões de anos-luz de distância, na constelação de Hidra (a serpente do mar).

Ver uma galáxia espiral quase de perfil, como neste caso, pode fornecer uma sensação vívida de sua forma tridimensional. Durante a maior parte de sua extensão, as galáxias espirais têm a forma de uma panqueca fina. Em seus núcleos, porém, elas têm protuberâncias brilhantes, esféricas e cheias de estrelas que se estendem acima e abaixo desse disco. Isso dá a essas galáxias, quando são vistas de frente. um formato parecido com o de um disco voador.

LEIA TAMBÉM: Uma galáxia difícil de classificar

A NGC 3717 não é capturada perfeitamente de frente nesta imagem; a parte mais próxima da galáxia está levemente inclinada para baixo e o lado oposto é inclinado para cima. Esse ângulo oferece uma visão através do disco e da protuberância central (da qual apenas um lado é visível).

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança