Hubble mostra uma magnífica galáxia exemplar

A esplendorosa NGC 2336, a 100 milhões de anos-luz da Terra, é o modelo de almanaque de galáxia espiral barrada

NGC 2336: modelo de almanaque de como é uma galáxia espiral barrada. Crédito: ESA/Hubble & Nasa, V. Antoniou. Agradecimento: Judy Schmidt

Grande, bela e com muito azul, a NGC 2336 é a típica galáxia quintessencial. Ela aparece acima capturada pelo telescópio espacial Hubble, da Nasa/ESA.

Essa galáxia espiral barrada está localizada a aproximadamente 100 milhões de anos-luz de distância, na constelação setentrional de Camelopardalis (a girafa). Ela se estende por imensos 200 mil anos-luz. Seus braços espirais brilham com estrelas jovens, visíveis em sua luz azul brilhante. Em contraste, a parte central mais vermelha da galáxia é dominada por estrelas mais velhas.

A NGC 2336 foi descoberta em 1876 pelo astrônomo alemão Wilhelm Tempel, usando um telescópio de 28 centímetros. Esta imagem do Hubble é muito melhor do que a visão que Tempel teve – o espelho principal do Hubble tem 2,4 metros de diâmetro, quase dez vezes o tamanho do telescópio que Tempel usou.

Em 1987, a NGC 2336 viveu um episódio de supernova Tipo Ia. Foi a única supernova observada na galáxia desde sua descoberta, 111 anos antes.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança