Hubble retrata uma deslumbrante galáxia espiral esticada

A NGC 4100 se caracteriza por braços espirais bem nítidos, salpicados de estrelas recém-nascidas

Galáxia NGC 4100: braços salpicados de estrelas recém-nascidas. Crédito: ESA/Hubble & Nasa, L. Ho

A brilhante galáxia espiral retratada acima parece quase esticada no céu, nesta nova imagem do Telescópio Espacial Hubble, da Nasa/ESA. Conhecida como NGC 4100, a galáxia possui uma estrutura espiral bem organizada e braços agitados salpicados com o tom azul brilhante de estrelas recém-formadas.

A NGC 4100 está localizada na direção da constelação de Ursa Maior. Foi descoberta em 9 de março de 1788 pelo astrônomo teuto-inglês William Herschel.

Como muitas das imagens impressionantes de galáxias que desfrutamos hoje, esta foto foi capturada pela Advanced Camera for Surveys (ACS) do Hubble. Esse instrumento notável foi instalado em 2002 e, com alguns reparos feitos ao longo dos anos por corajosos astronautas, ainda está forte.

LEIA TAMBÉM: Hubble analisa uma bela galáxia espiral e seu misterioso buraco negro

Os interessados podem acessar muitas das imagens impressionantes capturadas pelo ACS aqui, apresentando objetos astronômicos que variam de galáxias espirais extraordinárias a obscuras e imponentes nebulosas, fenômenos cósmicos bizarros e aglomerados brilhantes compostos de milhares e milhares de estrelas.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança