Hubble revela uma impressionante galáxia espiral contorcida

A galáxia NGC 2276 sofre a influência de gás aquecido e de uma vizinha galáctica próxima

A galáxia NGC 2276: aparência incomum. Crédito: ESA/Hubble e Nasa, P. Sell; CC BY 4.0. Agradecimento: L. Shatz

A magnífica imagem do telescópio espacial Hubble, da Nasa/ESA, reproduzida acima mostra a galáxia NGC 2276 e seus braços. Essa galáxia espiral está a 120 milhões de anos-luz de distância, na constelação de Cefeu. À primeira vista, o delicado rendilhado de braços espirais brilhantes e faixas de poeira escura lembra inúmeras outras galáxias espirais. Um olhar mais atento revela, porém, uma galáxia estranhamente assimétrica, moldada por interação gravitacional e intensa formação de estrelas.

A imagem mostra a aparência anormalmente contorcida de NGC 2276. Essa aparência é causada por duas interações astrofísicas diferentes. Uma é com o gás superaquecido que permeia aglomerados de galáxias. A outra, com uma vizinha galáctica próxima.

A interação da NGC 2276 com o meio intra-aglomerado – o gás superaquecido que fica entre as galáxias em aglomerados de galáxias – deu início a uma explosão de formação de estrelas ao longo de uma borda da galáxia. Essa onda de formação de estrelas é visível como o brilho tingido de azul de estrelas massivas recém-formadas no lado esquerdo da imagem. Ela dá à galáxia uma aparência estranhamente assimétrica. O recente surto de formação estelar da NGC 2276 também está relacionado ao aparecimento de habitantes mais exóticos: buracos negros e estrelas de nêutrons em sistemas binários.

A galáxia NGC 2276 e sua vizinha NGC 2300, à direita: interação gravitacional. Crédito: Adam Block/Mount Lemmon SkyCenter/Universidade do Arizona
Atração gravitacional

Do outro lado da galáxia com essa explosão de novas estrelas, a atração gravitacional de uma companheira menor está tirando as bordas externas da NGC 2276 do formato. Essa interação com a pequena galáxia em forma de lente NGC 2300 distorceu os braços espirais mais externos da NGC 2276, dando a falsa impressão de que a galáxia maior está orientada de frente para a Terra. A NGC 2276 e sua perturbadora companheira NGC 2300 podem ser vistas na imagem acima, que mostra uma visão mais ampla das galáxias em interação.

A NGC 2276 não é de forma alguma a única galáxia com uma aparência estranha. O Atlas de Galáxias Peculiares (um catálogo de galáxias incomuns publicado em 1966) contém uma coleção de galáxias estranhas e maravilhosas, incluindo fusões espetaculares de galáxias, galáxias em forma de anel e outras esquisitices galácticas. Como convém a uma galáxia anormalmente contorcida, a NGC 2276 tem a distinção de ser listada no Atlas de Galáxias Peculiares duas vezes: uma por seus braços espirais assimétricos e outra por sua interação com sua vizinha menor NGC 2300.

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua