Incêndios florestais avançam na Califórnia e aulas são suspensas

Mais de 180 mil moradores já receberam ordem para deixar suas residências

Fumaça de focos de incêndio ao norte de San Francisco em foto de 24 de outubro: desastre visível do céu. Crédito: Nasa/Lauren Dauphin & Joshua Stevens

Ventos secos têm causado incêndios florestais no estado americano da Califórnia ao longo das últimas semanas, provocando ordens de evacuação para mais de 180 mil moradores.

Em Los Angeles, um incêndio teve início ao longo de uma importante rodovia, e mais de 10 mil residências e empresas receberam ordens de evacuação.

Pesadas nuvens de fumaça cobriram a cidade e aulas foram canceladas em 20 escolas do ensino básico, ginasial e universidades.

LEIA TAMBÉM: Cerrado tem mais focos de incêndio do que a Amazônia no início de setembro

Em San Francisco, a empresa local de energia está realizando apagões programados para prevenir incêndios que possam ocorrer devido a fortes ventos e quedas de árvores em cabos de energia.

Até 13 de outubro, quase 70 mil hectares de terras haviam sido queimados na Califórnia este ano, de acordo com o Cal Fire (Departamento Florestal e de Incêndios da Califórnia) e o Serviço Florestal dos Estados Unidos.