Johnnie Walker lança projeto de limpeza de praias e reciclagem

The Beach Walker Project, envolvendo 2.030 quilômetros de litoral entre o Rio de Janeiro e o Uruguai, busca chamar a atenção para o lixo que produzimos e seu impacto no planeta

Campanha do whisky Johnnie Walker assinala o objetivo da marca de se tornar mais sustentável em toda sua jornada, “do grão ao copo”. Crédito: Divulgação

Os próximos 200 anos dependem dos passos de agora. Pensando nisso, Johnnie Walker, marca de whisky da multinacional de bebidas alcoólicas Diageo, decidiu dar seus primeiros passos rumo à sustentabilidade ressignificando o lixo. A ideia é potencializar a reciclagem e dar uma sobrevida aos resíduos com uma ação que visa cuidar do planeta e inspirar as pessoas a fazerem sua parte também.

“O lixo é um dos principais problemas do mundo; só o Brasil produz 79 milhões de toneladas de lixo anualmente e apenas 3% é reciclado. Acreditamos que os próximos 200 anos dependem dos passos de agora. Por isso, estamos realizando ações efetivas e assumindo compromissos globais em prol do meio ambiente para iniciar as transformações que queremos ver no mundo”, comenta João Victor Guedes dos Santos, head de Johnnie Walker para Paraguai, Uruguai e Brasil na Diageo.

A ação, The Beach Walker Project, criada pela AlmapBBDO, vai levar um caminhante a percorrer 2.030 quilômetros recolhendo resíduos por todo litoral do Uruguai até o Rio de Janeiro, que será reutilizado em projetos da marca. Esse é um dos primeiros passos de Johnnie Walker para a jornada dos próximos 200 anos rumo à sustentabilidade. O conteúdo será documentado em forma de vídeo, gerando uma série com 5 episódios mostrando todo o trajeto da caminhada e trazendo convidados especiais para caminhar e conversar com o apresentador do projeto, Plácido Salles, do canal Livre Partida, especialista em trekking de longas distâncias.

Ressignificar o lixo

“São 2.030 km porque até 2030 Johnnie Walker quer se tornar uma marca mais sustentável em toda sua jornada, “do grão ao copo”. O programa inclui uma série de compromissos ambientais que, garantirão até lá: 100% da produção do uísque de carbono líquido zero; 100% de nossas destilarias irão aproveitar energia renovável e todas as nossas embalagens serão recicláveis, reutilizáveis ou compostáveis. Então escolhemos essa quilometragem para reforçar ainda mais o nosso compromisso com o planeta”, complementa o executivo.

A caminhada começou em 15 de junho na Playa Carrasco, no Uruguai, e termina, em agosto, na Baía de Guanabara no Rio de Janeiro – a mais poluída do Brasil. É possível acompanhar a jornada, recebendo conteúdo diário sobre o tour, nas redes sociais de Johnnie Walker, no ícone The Beach Walker. Também serão divulgadas as datas e lugares que o walker irá passar convidando as pessoas a se juntarem nessa coleta que tem como propósito limpar as praias e ressignificar o lixo.

“É muito bom poder contar com uma marca como Johnnie Walker para realizar um projeto tão ambicioso quanto esse. É o ‘Keep Walking’ colocado em prática e em prol do planeta”, diz Herique Del Lama, diretor de criação da AlmapBBDO.

A coleta de resíduos – plástico, vidro, ponta de cigarro entre outros – nas praias será liderada pela Sea Shepherd Brasil, ONG focada na conservação marinha e preservação do oceano. A ONG também irá organizar os mutirões nos locais onde o andarilho passar, gerando engajamento com a população. No Uruguai, o trabalho será feito em parceria com a Uruguai Recicla. Todos os resíduos recicláveis recolhidos seguirão um processo de logística reversa, sendo destinados a cooperativas durante o percurso ou reutilizados em diversos projetos da marca no decorrer do ano.

Saiba mais

+ CPF do remetente deverá constar nas encomendas enviadas pelos Correios
+ Por que Saturno é tão temido?
+ Astrônomos chegam a consenso sobre a idade do universo
+ Fã ‘faz diagnóstico’ de hérnia em Rafa Kalimann, que confirma
+ Corpo de responsável por câmeras de clube onde petista foi assassinado é encontrado no Paraná
+ Por que Saturno é tão temido?
+ Veja objetos, símbolos e amuletos que atraem riqueza
+ Anitta conta o que a levou a fazer tatuagem no ânus
+ Ancestral humano desconhecido deixou pegadas estranhas na África