Lago marciano

Cientistas italianos localizaram um lago ou aquífero de mais de 19 quilômetros de largura abaixo de um espesso bloco de gelo polar no planeta vermelho

Região do polo sul de Marte, onde foi encontrado o corpo d’água: possibilidade de vida (Foto: ESA)

Já se sabia que existe água em Marte, mas a descoberta anunciada por astrônomos italianos em julho foi além de tudo que havia sido encontrado antes. A partir de medições de radar feitas pela sonda Mars Express, da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), os cientistas localizaram um lago ou aquífero de mais de 19 quilômetros de largura abaixo de um espesso bloco de gelo polar na região de Planum Australe, no extremo sul do planeta. Qualquer explicação diversa de um corpo de água em estado líquido seria “indefensável”, segundo Roberto Orosei, do Instituto Nacional de Astrofísica de Bolonha. Por enquanto, sabe-se que a água no local é fria (-68ºC) e mantém-se líquida pela alta presença de sais. É um ambiente muito hostil à vida, mas não se descarta que haja microrganismos adaptados a tais condições.

blog comments powered by Disqus