Mais de 50 lagos estão ocultos sob o gelo na Groenlândia

A enorme cobertura de gelo da Groenlândia, em processo acelerado de derretimento, oculta 56 lagos descobertos recentemente. Foto: Nasa

Nada menos do que 56 lagos foram descobertos sob o manto de gelo da Groenlândia, revelou uma pesquisa americana publicada em 26 de junho na revista “Nature Communications” e noticiada no site NBC News. Com os d’água encontrados agora, a partir da análise de dados colhidos por radar durante 20 anos, o total de lagos cobertos por gelo na maior ilha do mundo chega a 60.

“Encontramos muito mais lagos do que as pessoas pensavam antes”, disse Winnie Chu, pesquisadora de pós-doutorado da Universidade Stanford (Califórnia) e coautora do artigo sobre a pesquisa. Não são corpos d’água muito extensos – os tamanhos variam de 0,2 km a 5,6 km.

O manto de gelo da Groenlândia está derretendo rapidamente por causa do aquecimento global, o que representa um risco de elevação do nível dos mares, que ameaça áreas costeiras de todo o mundo. Para a pesquisadora, os lagos groenlandeses poderiam ter um efeito lubrificante no gelo acima deles, algo comparável a uma lâmina d’água. Como o gelo desliza para altitudes mais baixas, pode ser ainda mais suscetível ao derretimento da superfície.

Mesmo assim, não está claro se os muitos lagos sob o manto de gelo groenlandês terão um efeito significativo no nível do mar. “Não acreditamos que os lagos subglaciais da Groenlândia sejam uma grande preocupação com as mudanças climáticas”, disse Chu, acrescentando que os corpos d’água poderiam até armazenar água derretida que, de outra forma, entraria nos oceanos.