Megaiceberg: o campeão perdeu o título

Com a separação de dois pedaços, o iceberg A-76, que tinha uma área superior a 4.300 quilômetros quadrados, deixou de ser o maior iceberg já registrado no planeta

Iceberg A-76 em 16 de maio: perda de dois pedaços custou o título de maior iceberg do mundo. Crédito: contém dados modificados do Copernicus Sentinel (2021), processados por ESA, CC BY-SA 3.0 IGO

Em 26 de maio de 2021, o iceberg A-76 perdeu dois grandes pedaços de gelo (agora A-76B e A-76C) e, com eles, o título de maior iceberg da Terra. O título voltou para o A-23A, com 3.880 km2.

Antes de seu intervalo, o A-76 media cerca de 4.320 km2 de tamanho. O iceberg tem cerca de 170 km de comprimento e 25 km de largura. Era um pouco maior do que a ilha espanhola de Maiorca, ou pouco menor que a área do município de São Paulo multiplicada por três.

Separação dos blocos do iceberg A-76. Crédito: contém dados modificados do Copernicus Sentinel (2021), processados por ESA, CC BY-SA 3.0 IGO

O iceberg foi localizado pela British Antarctic Survey e confirmado pelo US National Ice Center usando imagens do Copernicus Sentinel-1. A missão Sentinel-1 consiste em dois satélites de órbita polar que dependem de imagens de radar de abertura sintética de banda C, retornando dados independentemente de ser dia ou noite. Isso permite a visualização durante todo o ano de regiões remotas como a Antártida.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago