Ministério do Meio Ambiente reduz em 34% a verba para combater incêndios para 2020

O valor da verba de prevenção e controle de incêndios caiu de R$ 45,5 milhões em 2019 para R$ 29,6 milhões em 2020

As queimadas na Amazônia vistas de um satélite da NASA / Foto: NASA / Divulgação

Mesmo com a crise deflagrada por um aumento no número de queimadas na Amazônia em 2019, o Ministério do Meio Ambiente reduz em 34% a verba para combater incêndios para 2020.

O valor da verba de prevenção e controle de incêndios caiu de R$ 45,5 milhões em 2019 para R$ 29,6 milhões em 2020.

LEIA TAMBÉM: Astronauta da ISS fotografa destruição pelo fogo na Amazônia

O orçamento todo do Ministério do Meio Ambiente sofreu uma redução: de R$ 625 milhões em 2019 para R$ 561 milhões em 2020, um corte de cerca de 10%.

Já em 2019 a verba de R$ 45,5 milhões não está sendo totalmente utilizada, já que R$ 13,5 milhões, cerca de 30%, foi contingenciado.

Servidores do Ibama ouvidos pelo jornal “O Globo” temem que, com a queda no orçamento, e com um provável novo contingenciamento que também deve acontecer no ano que vem, a situação das queimadas se agrave ainda mais. Essa verba é usada para comprar equipamentos, contratar brigadistas e combatentes de incêndio e alugar veículos como aeronaves, entre outras ações.