Misterioso dinossauro carnívoro é descoberto na Austrália

O novo réptil é da mesma família do tiranossauro

Concepção artística do Australovenator com uma presa: o novo espécime é aparentado com ele. Crédito: M. White/P. Bell/A. Cook/D. Barnes/T. Tischler/B. Bassam/D. Elliott

Cientistas australianos anunciaram a descoberta de fragmentos de uma nova espécie de dinossauro terópode (grupo cujo membro mais famoso é o Tyrannosaurus rex) no centro de Queensland, estado no nordeste da Austrália. Sua pesquisa foi publicada na revista “Royal Society Open Science”.

Os restos incluem partes de duas vértebras, três ossos das patas dianteiras e traseiras e vários outros fragmentos ósseos não identificáveis.

A descoberta foi feita perto de onde havia sido encontrado um Australovenator wintonensis (outro terópode), um dos espécimes de dinossauros mais completos da Austrália.

Segundo pesquisadores da Universidade da Nova Inglaterra e da Universidade de Tecnologia Swinburne, a nova espécie tem alguma semelhança com o Australovenator, mas também diferenças importantes. Isso indica a presença de uma segunda espécie de terópode megaraptor no que é conhecido como Formação Winton.

LEIA TAMBÉM: Dinossauros do Polo Sul tinham penas para se proteger do frio

Algumas das principais características reconhecíveis dos terópodes megaraptors são antebraços robustos e patas alongadas de três dedos, com duas garras recurvadas aumentadas nos dedos I e II (para capturar e despachar presas) e uma garra de dedo III muito menor, presumivelmente usada para manipular presas; lâminas pequenas como dentes; e patas traseiras relativamente graciosas, construídas para correr.

“Se correta, a última interpretação adiciona mais suporte às alegações anteriores de que os megaraptors eram o grande predador dominante em muitos ecossistemas terrestres australianos do meio do período Cretáceo”, escreveram os cientistas no estudo.