Morcego que voou de Londres à Rússia é morto por gato

A minúscula fêmea tornou-se o primeiro morcego-de-nathusius a viajar na direção oeste-leste na Europa, por mais de 2 mil quilômetros

Morcego-de-nathusius: comportamento migratório alterado pelas mudanças climáticas. Crédito: Mnolf/Wikimedia Commons

Um minúsculo morcego fêmea bateu um recorde de migração ao voar mais de 2 mil quilômetros do Reino Unido para a Rússia. Mas o fim de sua jornada foi inglório: o animal acabou morto depois de ser atacado por um gato na chegada.

O registro do recorde foi possível porque esse morcego-de-nathusius portava em sua asa uma anilha do Zoológico de Londres. A identificação mostrava que a fêmea havia sido capturada em 2016 no Bedfont Lakes Country Park, perto de Heathrow, pelo estudioso de morcegos Brian Briggs.

“Isso é muito emocionante”, disse Briggs sobre a viagem. “É ótimo poder contribuir com o trabalho de conservação internacional para proteger esses animais extraordinários e aprender mais sobre suas fascinantes vidas.”

O animalzinho recordista: apelidado de “morcego olímpico” pelos cientistas. Crédito: Bat Conservation Trust/Twitter
Viagem extraordinária

O pequeno morcego pesava apenas 8 gramas e tinha o tamanho de um polegar humano. A fêmea foi descoberta por Svetlana Lapina na aldeia de Molgino, na região de Pskov (noroeste da Rússia), 2.018 km distante de seu local de origem. Svetlana pediu assistência e o animal foi resgatado por um grupo de reabilitação de morcegos, mas não resistiu aos ferimentos.

A jornada se tornou uma das mais conhecidas envolvendo morcegos no mundo. É o registro mais distante conhecido entre a Grã-Bretanha e o resto da Europa, e o único de longa distância registrado na direção oeste-leste. O interesse científico também reside no fato de que o alcance do morcego-de-nathusius está se expandindo devido à mudança climática, e isso deve ter impacto no futuro da espécie.

A maioria dos recordes anteriores era de machos voando para sudoeste a partir da Letônia. Apenas em um caso a distância foi superior: uma viagem de um morcego-de-nathusius da Letônia para a Espanha em 2019, percorrendo uma distância de 2.222 km.

Mais de 2.600 morcegos-de-nathusius foram registrados no Reino Unido desde o lançamento do National Nathusius’ Pipistrelle Project, em 2014. A iniciativa busca esclarecer os comportamentos de reprodução, distribuição e migração desses animais.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago