Nasa entra na corrida para eletrificar transporte aéreo

Agência espacial americana trabalha para estimular o desenvolvimento de tecnologias de operação de aeronaves movidas a baterias elétricas

Concepção artística do X-57, avião elétrico de pequeno porte da Nasa: eletrificação das aeronaves maiores ainda vai demorar. Crédito: Nasa Langley/Advanced Concepts Lab, AMA, Inc.

O Guardian destacou a movimentação da agência espacial dos EUA, a Nasa, para impulsionar o desenvolvimento de tecnologias que permitam a operação de aeronaves a partir de baterias elétricas em vez de combustível de jato. Nos próximos meses, ela realizará testes com motores aéreos de propulsão elétrica em um centro de pesquisas na região do deserto do Mojave, na Califórnia. O objetivo da agência é acelerar os esforços do setor da aviação para reduzir sua pegada de carbono.

No entanto, ao menos por ora, os desafios tecnológicos são significativos. Por exemplo, um jato no padrão do Boeing-737 operado inteiramente por eletricidade exigiria uma bateria do tamanho do próprio avião, o que acarretaria um aumento excessivo do peso da aeronave. Por isso, a expectativa é de que os avanços mais substanciais aconteçam com aeronaves de pequeno porte.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago