No caminho das águas

O vilarejo cambojano de Kampong Phluk muda completamente de paisagem e de meio de locomoção entre as épocas de seca e chuva

As casas pelas quais uma cambojana passa de bicicleta na foto acima, em abril deste ano (época de seca), pertencem ao vilarejo de Kampong Phluk, em Siem Reap. A cada período de monções as casas de Kampong Phluk provam seu valor, uma vez que essa poeirenta aldeia cambojana é transformada pelas chuvas torrenciais em um canal profundo – e em uma atração para os turistas. A vila, a um curto passeio de tuk-tuk (tipo de riquixá motorizado) das antigas ruínas de Angkor, está na planície de inundação do maior lago de água doce do sudeste da Ásia, o Tonle Sap, que se transforma entre as estações seca e chuvosa, multiplicando várias vezes sua área original de 2.500 quilômetros quadrados durante as chuvas de monção, entre setembro e outubro.

Adentrando no vilarejo de Kompog Phluk, pelo lago Tonle Sap, durante a época de cheia. Imagem do blog: Mala de Aventuras (https://maladeaventuras.com/2014/06/kompong-phluk-visitando-um-vilarejo-flutuante-no-cambodja/)

blog comments powered by Disqus