Nova cirurgia para obesidade reduz fluxo sanguíneo no estômago

Pacientes relataram apetite reduzido, sensação de saciedade mais rápida, e deram sinais precoces promissores de diminuição no colesterol

Uma nova opção de cirurgia foi desenvolvida para combater a obesidade. O procedimento chamado “embolização bariátrica” funciona usando um cateter tubular para colocar bloqueadores microscópicos em algumas artérias que levam sangue ao estômago. Isso reduz o fluxo sanguíneo o suficiente para impedir que o estômago libere hormônios que provocam a fome, mas não o suficiente para causar danos.

A técnica promete ser uma alternativa mais barata e menos arriscada para outras cirurgias, segundo o estudo. A embolização já é usada para interromper o fluxo sanguíneo para um vaso sanguíneo fraco ou danificado – reparação de aneurismas – e uma maneira de privar os tumores cancerígenos de oxigênio.

Os 20 pacientes do estudo, publicado na revista Radiology na terça-feira, perderam 8,2% do excesso de peso nos primeiros três meses e perderam 11,5% de seu peso até o final das avaliações. Eles relataram ter um apetite reduzido, com sensação de saciedade mais rápida, além de dar sinais precoces promissores de redução no colesterol. Todos relataram também uma melhoria na sua qualidade de vida.

A obesidade é uma crescente crise de saúde pública no mundo e está elevando as taxas de diabetes tipo 2, doenças cardíacas e cânceres na população.

COMPARTILHAR
blog comments powered by Disqus