Novo documentário causa polêmica por morte de morsas

Programa da Netflix mostra morsas caindo de penhascos e imagens em close de seus corpos caídos

Um trecho da série documental “Nosso Planeta”, da plataforma Netflix, deixou muitos espectadores chocados.

A série é narrada pelo conhecido naturalista britânico David Attenborough, apresentador de diversos programas da BBC. A cena polêmica faz parte do segundo episódio mostra morsas caindo do topo de um penhasco.

O capítulo mostra um grande grupo de morsas no nordeste da Rússia. A narração de Attenborough diz que as mais de 100 mil morsas estão reunidas em uma única praia “em desespero”, porque seu habitat natural, o gelo do mar, mudou-se para o norte.

Segundo a narrativa, as morsas, em busca de mais espaço, acabam escalando penhascos. De lá de cima, elas sentem a presença de outros animais no fundo do penhasco e, ao tentar voltar par ao mar, acabando caindo e morrendo tragicamente. O documentário mostra em close os corpos das morsas no fundo do penhasco.

A cena é polêmica porque, além de ser chocante, ela pode não retratar a mesma situação narrada por Attenborough. Segundo alguns especialistas, as morsas caem do penhasco porque se assustam com predadores, como ursos polares. Ou seja, o motivo das quedas não teria nada a ver com o aquecimento global.

Em entrevista ao jornal britânico “The Telegraph“, a zoóloga Susan Crockford, da Universidade de Victoria, Canadá, acusou os cineastas de “pornografia de tragédia”, argumentando que os animais quase certamente foram “empurrados” por ursos polares.

Susan mencionou uma matéria no jornal “The Siberian Times”, de 2017, quando a série foi filmada, que relatou que morsas tinham caído de penhascos no Cabo Kozhevnikova, Ryrkaypiy, no leste da Rússia, após serem perseguidos por 20 ursos polares.

Para a especialista, mesmo que a filmagem não retrate esse episódio específico, é sabido que as morsas alcançam o topo das falésias em alguns locais e podem cair se assustadas por ursos polares, pessoas ou aeronaves.

A resposta
A Netflix afirmou ao site TMZ que o que é mostrado na série é um fato documentado – que as morsas estão sendo forçadas a se reunir em terra porque há menos gelo disponível, o que as deixa em um território perigoso e desconhecido.

Além disso, a Netflix nos diz que a equipe “Nosso Planeta” trabalhou com um experiente biólogo russo que trabalhou nesse trecho do litoral – e com essas morsas – por 35 anos.

blog comments powered by Disqus