O gigante planeta rosa

O GJ 504 b, descoberto orbitando uma estrela na constelação de Virgem, está em um sistema planetário jovem, com “apenas” 160 milhões de anos de idade

O gigante gasoso GJ 504b, na constelação de Virgem: sem dúvida, uma imagem chamativa no céu. Crédito: Nasa/Goddard Space Flight Center/S. Wiessinger

Se os humanos pudessem viajar para o planeta gigante reproduzido acima, veríamos um mundo ainda brilhando com o calor de sua formação, com uma cor que lembra uma flor de cerejeira escura, um magenta opaco.

Usando dados infravermelhos do telescópio Subaru, no Havaí, os astrônomos descobriram esse gigante gasoso orbitando uma estrela brilhante chamada GJ 504 em 2013. O novo mundo, denominado GJ 504b, é o planeta de menor massa já detectado em torno de uma estrela como o Sol usando técnicas de imagem direta. Ele tem várias vezes a massa de Júpiter e seu tamanho é semelhante ao do maior planeta do nosso sistema.

O GJ 504b é cerca de quatro vezes mais massivo que Júpiter. Sua temperatura efetiva é de cerca de 237 graus Celsius. Ele orbita a estrela do tipo G0 GJ 504, que é ligeiramente mais quente do que o Sol e pouco visível a olho nu, na constelação de Virgem. A estrela está a 57 anos-luz de distância da Terra.

LEIA TAMBÉM: Telescópio observa planeta estranho onde chove ferro

Os pesquisadores estimam que o sistema planetário da GJ 504 tenha cerca de 160 milhões de anos. Para isso, basearam-se em métodos que relacionam a cor e o período de rotação da estrela à sua idade.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança