O incrível Grande Buraco Azul no Mar do Caribe

Caverna subaquática com mais de 120 metros de profundidade, formada na última Idade do Gelo, é uma das atrações do atol Lighthouse Reef, na costa de Belize

O Great Blue Hole visto da Estação Espacial Internacional: nitidamente destacado em relação às águas rasas do entorno. Crédito: ISS Crew Earth Observations Facility/Earth Science and Remote Sensing Unit, Johnson Space Center

A fotografia acima, tirada em 5 de março deste ano por um astronauta da Estação Espacial Internacional enquanto em órbita sobre o Mar do Caribe, flagra uma das localizações oceânicas mais fascinantes da Terra, observa o site Earth Observatory, da Nasa. O Great Blue Hole (Grande Buraco Azul) fica perto do centro do atol Lighthouse Reef, a cerca de 80 quilômetros da costa de Belize, na América Central. A excepcional clareza da água, característica dos atóis caribenhos, faz o buraco, mais profundo (mais escuro), destacar-se ante as águas mais rasas (mais claras) do recife.

O misterioso Great Blue Hole provavelmente se formou durante a última Idade do Gelo, quando o nível global do mar era muito mais baixo. Essa caverna subaquática (também conhecida como sumidouro marinho) contém muitas características geológicas interessantes, incluindo estalactites e estalagmites de calcário. Ela se estende por 300 metros de largura e atinge 124 metros de profundidade. As profundidades e as atraentes formações rochosas dentro do Great Blue Hole são intrigantes para mergulhadores experientes. Enquanto os recifes ao redor estão repletos de vida, a má circulação de oxigênio e a falta de luz no fundo do buraco cria um ambiente inóspito para a maioria das formas orgânicas.

O Great Blue Hole é o terceiro sumidouro marinho mais fundo do planeta. Acima dele está o Dragon Hole, na China, com 300 metros de profundidade. O Dean’s Blue Hole, nas Bahamas, vem a seguir, com 200 metros de profundidade.

LEIA TAMBÉM: Uma ilha-flor desabrocha no litoral da China

Vista aérea do Great Blue Hole. Crédito: USGS
Ecossistema intocado

O Lighthouse Reef e o Great Blue Hole são pequenos pedaços do sistema da Barreira de Recifes de Belize, um dos ecossistemas marinhos mais intocados do mundo. Composta por recifes em franjas, barreiras e atóis, a área abriga uma rica diversidade de espécies. Há vários monumentos naturais dentro do atol. Um deles é o Half Moon Caye, área marinha protegida criada pelo governo de Belize para dar suporte a espécies raras de pássaros.

A Barreira de Recifes de Belize integra a Barreira de Corais da Mesoamérica, a segunda maior do mundo. Ela se estende ao longo de 1.000 quilômetros da costa de México, Belize, Guatemala e Honduras. Esse sistema de recifes é um importante centro de espécies marinhas e um dos lugares com maior biodiversidade da Terra.

Veja também

+ Invasão de vespas assassinas aumenta tensão com 2020 nos EUA
+ Anticoagulante reduz em 70% infecção de células pelo coronavírus
+ Assintomáticos: 5 dúvidas sobre quem pega o vírus e não tem sintomas
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança