• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Assine
Revista Planeta
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Astronomia
  • Arqueologia
  • Ciência
  • Viagem
  • Espiritualidade
  • Siga-nos:Facebook
Featured07/01/2022

Ômicron pode ser menos grave, mas não é leve, diz OMS

Tedros Adhanom, diretor-geral da OMS: é preciso haver maior equidade global na distribuição e acesso às vacinas contra o coronavírus. Crédito: © Reuters/Denis Balibouse/Direitos Reservados

07/01/22 - 06h40min

A variante ômicron do coronavírus, mais infecciosa, parece provocar formas menos graves da doença do que a delta, mas não deve ser classificada como “leve”, disse ontem (6) o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom.

Em entrevista, ele repetiu o apelo por maior equidade global na distribuição e acesso às vacinas contra o coronavírus.

Tedros Adhanom alertou que, com base na taxa atual de distribuição de vacinas, 109 países não cumprirão a meta da OMS de que 70% da população mundial sejam totalmente vacinados até julho.

Esse objetivo é visto como ajuda fundamental para encerrar a fase aguda da pandemia.

Saiba mais

+ CPF do remetente deverá constar nas encomendas enviadas pelos Correios
+ Por que Saturno é tão temido?
+ Astrônomos chegam a consenso sobre a idade do universo
+ Fã ‘faz diagnóstico’ de hérnia em Rafa Kalimann, que confirma
+ Corpo de responsável por câmeras de clube onde petista foi assassinado é encontrado no Paraná
+ Por que Saturno é tão temido?
+ Veja objetos, símbolos e amuletos que atraem riqueza
+ Anitta conta o que a levou a fazer tatuagem no ânus
+ Ancestral humano desconhecido deixou pegadas estranhas na África


coronavírus