Pesquisadores criam imagens em 3D que emitem som e reagem ao toque

Criação nos aproxima cada vez mais de hologramas tridimensionais como os vistos na cinessérie “Star Wars”

"Borboleta" criada por meio do MATD: produção simultânea de material visual, auditivo e tátil. Crédito: Eimontas Jankauskis

Cientistas da Universidade de Sussex (Reino Unido) e da Universidade de Ciências de Tóquio (Japão) criaram o protótipo de um sistema que gera uma imagem tridimensional capaz de emitir som e fornecer uma resposta tátil quando “tocada”. Segundo os autores do estudo, publicado na revista “Nature”, o protótipo pode ter aplicações nos campos biomédico e de fabricação computacional.

Ryuji Hirayama, da Universidade de Sussex, e seus colegas criaram o Multimodal Acoustic Trap Display (MATD), que pode produzir simultaneamente conteúdo visual, auditivo e tátil. Com base nos princípios das “pinças acústicas” (em que a posição e o movimento de objetos muito pequenos podem ser manipulados por meio de ondas sonoras), o sistema recorre a ondas sonoras para capturar uma partícula e iluminá-la com luz vermelha, verde e azul de modo a controlar sua cor enquanto ela se move pela tela.

Os autores demonstraram seu sistema produzindo imagens em 3D, incluindo uma pirâmide e um globo, que podem ser vistos a partir de qualquer ponto da tela.

LEIA TAMBÉM: Cientistas desenvolvem vidro flexível e inquebrável

O uso de campos acústicos para criar as imagens significa que eles também podem produzir som oriundo do conteúdo exibido, além de feedback tátil. Por exemplo, os pesquisadores produziram um cronômetro de contagem regressiva audiovisual que os usuários podem acionar e desativar com um toque do dedo no “visor”.

Para os autores do artigo, o protótipo apresentado no trabalho nos deixa mais perto de exibições ilustradas por uma reprodução totalmente sensorial do conteúdo virtual pretendido.