Pesquisadores encontram píton de mais de 5 metros na Flórida

Pesquisadores da Reserva Nacional Big Cypress encontram píton de mais de cinco metros
Foto: Reserva Nacional Big Cypress / Divulgação

Pesquisadores da Reserva Nacional Big Cypress, localizada na Flórida, EUA, capturaram uma cobra píton birmanesa fêmea medindo 5,20 metros de comprimento, com 63,50 quilos e 73 ovos em desenvolvimento dentro de seu organismo.

O parque fica na região pantanosa de Everglade, área muito importante ecologicamente por ser habitat de diversas espécies nativas.

Essa é a maior píton já capturada neste parque, e ela foi coletada para pesquisa. Segundo comunicado oficial da reserva Big Cypress, a píton é uma espécie invasiva dessa região e representa uma ameaça a espécies nativas.

O trabalho de estudo do parque consiste em localizar, remover, coletar dados e entender como essas cobras estão usando o habitat da reserva. Para encontrar as cobras, os pesquisadores instalam radio transmissores em pítons macho e rastreiam seus movimentos até que as cobras os levem até as fêmeas em estágio de reprodução.

Segundo reportagem da CNN, não é incomum encontrar essa espécie de píton na região dos Everglades, mas geralmente elas medem entre 1,80 a 3 metros. Portanto, o tamanho desse novo espécime impressiona.

A píton birmanesa é uma espécie nativa do Sul da Ásia, e se tornaram uma ameaça às espécies nativas da Flórida nas últimas décadas. Segundo a organização The Nature Conservancy, essas cobras se alimentam de desde animais pequenos, como pássaros, até espécies grandes, como crocodilos e veados.

De acordo com a CNN, órgãos para a preservação da vida selvagem do estado da Flórida estimam que exista cerca de 100 mil cobras vivendo nos pântanos nos arredores de Miami.

COMPARTILHAR
blog comments powered by Disqus