Plantas não gostam de ser tocadas

Dois toques podem reduzir o crescimento da planta em até 30%, revelou estudo australiano

Tocar nas plantas deflagra nelas uma forte reação genética. Crédito: Max Pixel

Um estudo divulgado pela Universidade La Trobe, da Austrália, revelou que as plantas são sensíveis ao toque e que tocá-las repetidamente pode prejudicar de modo significativo seu crescimento.

A descoberta foi feita com base em estudos com plantas do gênero Arabidopsis. Esses vegetais foram submetidos a vários estímulos de toque, e mesmo os mais leves deflagraram neles uma forte reação genética.

“Após um toque, em até meia hora 10% do genoma da planta é alterado. Isso envolve um enorme gasto de energia, tirada de outras funções do vegetal. Se o toque se repetir, o crescimento pode diminuir até 30%”, afirma Jim Whelan, diretor do instituto de agricultura da La Trobe e líder da pesquisa.

LEIA TAMBÉM: Plantas “gritam” quando submetidas a estresse

Os resultados do estudo, publicado na revista “The Plant Journal”, podem levar a novas abordagens para otimizar o crescimento e a produtividade de culturas agrícolas.