Poluição piora, e Nova Délhi fecha escolas e construções

Crise de poluição atmosférica fica cada vez pior na capital indiana

Nova Délhi: a capital da poluição chega a novos picos de sujeira atmosférica. Crédito: Prami.ap90/Wikimedia Commons

Escolas em Nova Délhi, na Índia, ficarão fechadas por uma semana e construções por quatro dias, afirmou o ministro-chefe da capital indiana neste sábado (13), enquanto a cidade tenta proteger as pessoas durante uma crise de poluição que fica cada vez pior.

Arvind Kejriwal afirmou que também estavam em andamento discussões sobre um lockdown completo da capital, mas qualquer decisão nesse sentido será tomada apenas após consulta com o governo central.

Mais cedo, a Justiça havia pedido que o governo central fizesse um plano de emergência para lidar com a perigosa poluição, caracterizando a situação como “muito séria”.

A qualidade do ar em Nova Délhi, uma das capitais mais poluídas do mundo, se acentuou devido à queima da palha da safra, emissões de transportes, fábricas alimentadas por carvão nos arredores da cidade e outras indústrias, assim como queima de lixo a céu aberto e poeira.

Trabalho remoto

O Índice de Qualidade do Ar (AQI, na sigla em inglês) dentro e nos arredores da cidade piorou para 470-499, em uma escala até 500, segundo dados de um comitê federal de controle da poluição, neste sábado. O nível significa que o ar afetará a saúde das pessoas e terá impacto sério em quem estiver doente.

“Por uma semana, a partir de segunda-feira (15), as escolas ficarão fisicamente fechadas, mas continuarão virtualmente para que as crianças não tenham que respirar ar poluído. Atividades de construção não serão permitidas”, disse Kejriwal.

Ele acrescentou que todos os órgãos do governo passarão ao trabalho remoto, e escritórios privados serão aconselhados a fazer o mesmo por uma semana para reduzir o número de veículos poluentes nas ruas.

“Estamos sendo forçados a usar máscaras também em casa. A situação é muito séria”, afirmou o presidente da Suprema Corte da Índia, N. V. Ramana, principal autoridade legal do órgão.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago