Por que parece que as férias vão acabar assim que começam

Percepção de tempo é afetada pela natureza de eventos futuros, revela estudo americano

As pessoas consideram que eventos prazerosos, como uma viagem de férias, são mais curtos do que eventos negativos, como viagens a trabalho. Crédito: Piqsels

O tempo não voa apenas quando você está se divertindo. Às vezes, antecipar um evento divertido faz com que pareça que ele acabará assim que começar, sugere um novo estudo de pesquisadores americanos. O trabalho foi publicado online na revista Journal of Consumer Psychology.

Os pesquisadores descobriram que as pessoas julgam os eventos positivos futuros como sendo mais distantes e mais curtos do que eventos negativos ou neutros.

A combinação desses dois elementos tem um efeito estranho quando as pessoas esperam ansiosamente por um evento positivo como férias, disse Selin Malkoc, coautora do estudo e professora associada de marketing do Fisher College of Business da Universidade Estadual de Ohio.

Duração maior de evento negativo

“A espera aparentemente interminável pelo início das férias, combinada com a sensação de que as férias vão voar, leva as pessoas a sentirem que o início e o fim de seu tempo de folga estão igualmente distantes do presente”, disse Malkoc. “Em outras palavras, para eles, as férias acabam assim que começam. Não têm duração.”

Esse fenômeno tem outro efeito interessante: faz com que as pessoas sintam que os pontos finais de eventos positivos e negativos estão igualmente distantes do presente. Isso porque antecipar um evento negativo – como uma temida viagem de trabalho – reverte os efeitos de um evento positivo: as pessoas sentem que o evento negativo está chegando e durará muito tempo.

“Pensar em eventos futuros positivos e negativos leva as pessoas a tomarem dois caminhos diferentes para a mesma conclusão, com os finais de ambos os eventos parecendo igualmente distantes”, disse a coautora do estudo Gabriela Tonietto, professora assistente de marketing da Rutgers Business School – Newark e New Brunswick.

O artigo publicado incluiu quatro estudos relacionados que chegaram a conclusões semelhantes. Em um estudo, 451 participantes online consideraram o próximo fim de semana, que deveria ser divertido, terrível ou simplesmente OK. Eles então indicaram quão longe estava o início e o fim do fim de semana em uma escala de controle deslizante de 0 a 100 (0 = muito perto; 100 = muito longe).

Os resultados mostraram que um bom fim de semana parecia mais distante e mais curto. Já um fim de semana terrível parecia mais próximo dos dias atuais e mais longo. Um fim de semana OK caiu no meio.

Chave do fenômeno

Na escala deslizante, as pessoas classificaram um fim de semana ruim como terminando significativamente mais distante do que no início. Mas para as pessoas que esperavam um bom fim de semana, as classificações da escala deslizante para a distância entre o início e o fim pareciam quase idênticas. Na verdade, 46% dos participantes avaliaram o fim de semana positivo como se parecesse sem duração, pois pensaram no evento e no tempo que o antecedeu.

Pensar o quanto o início e o fim do evento estão distantes do presente é a chave para esse fenômeno, disse Malkoc. Outro estudo mostrou que quando as pessoas foram solicitadas a indicar diretamente quanto tempo esperavam que um evento positivo durasse, elas pensaram que seria rápido, mas indicaram que demoraria algum tempo.

Foi somente quando as pessoas também consideraram o tempo que antecedeu o evento divertido – que, na sua expectativa, se arrastava – que pensaram que uma experiência positiva futura pareceria sem duração.

Essas descobertas têm algumas implicações interessantes à medida que as pessoas começam a planejar as férias e outros eventos divertidos com o fim da pandemia de covid-19, disse Malkoc. “Se parece que as férias vão acabar assim que começarem, isso pode tornar as pessoas menos propensas a planejar eventos específicos durante suas férias”, disse ela. “Também pode levar as pessoas a gastar mais em hotéis e outros luxos, já que parece que as férias são curtas de qualquer maneira.”

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago