• IstoÉ
  • IstoÉ Dinheiro
  • Dinheiro Rural
  • Menu
  • Motorshow
  • Planeta
  • Select
  • Gente
  • GoOutside
  • Hardcore
Anuncie
Assine
Revista Planeta
MenuMenu
FECHAR
  • Home
  • Astronomia
  • Arqueologia
  • Ciência
  • Viagem
  • Espiritualidade
  • Siga-nos:Facebook
Comportamento30/03/2022

Precisa diminuir o consumo de álcool? Saiba o que funciona

Precisa diminuir o consumo de álcool? Saiba o que funciona

Precisa diminuir o consumo de álcool? Saiba o que funciona (Foto: Zachary Kadolph/Unsplash)

30/03/22 - 16h02min

Nos últimos dois anos, muitas pessoas mudaram seus hábitos de consumo. Com um aumento na demanda por suporte, mais pessoas estão tentando reduzir ou desistir completamente do consumo de álcool. Existem tantas opções para reduzir ou parar de beber álcool que é difícil saber o que será mais eficaz. Veja o que realmente funciona, de acordo com especialistas.

A maioria das pessoas consegue parar ou reduzir o consumo de álcool por conta própria. No entanto, as pessoas que bebem com mais frequência são muito mais propensas a ter sintomas de dependência e podem ter mais dificuldade.

Alguns sinais de dependência incluem:

  • Você não pode facilmente passar um dia sem beber álcool ou acha difícil reduzir o consumo;
  • Muitas de suas atividades sociais incluem ou são baseadas em beber;
  • Você se pega pensando ou querendo muito álcool;
  • Você acha difícil controlar a quantidade que você bebe uma vez que você começa;
  • Você precisa beber muito para sentir os efeitos;
  • Você experimenta sintomas de abstinência, mesmo leves, como mal-estar ou um leve tremor nas mãos quando passa um ou dois dias sem álcool.

Quanto mais desses sinais você tiver e quanto mais graves eles forem, mais dependente você provavelmente será.  Se você tiver uma dependência leve do álcool, poderá reduzir por conta própria. Mas se você é moderadamente dependente, pode precisar de algum tipo de apoio.

No entanto, se você tiver um quadro grave de dependência, deve procurar aconselhamento médico antes de fazer qualquer alteração em seu hábito de beber, porque parar de repente pode causar graves problemas de saúde, incluindo convulsões e até morte.

Para pessoas que são severamente dependentes, a recomendação usual é fazer uma pausa permanente ou temporária do álcool. Pode levar de seis meses a um ano ou mais antes que você possa começar a beber novamente. Algumas pessoas acham que é melhor para elas não beberem novamente. Com dependência severa, há um alto risco de voltar rapidamente a beber pesado se você apenas tentar reduzir.

Se você tiver algum sintoma de dependência, depois de parar ou reduzir o consumo de álcool, pode precisar de tratamento especializado ou apoio contínuo para evitar voltar a beber pesado.

Parar completamente ou reduzir?

Se você não é dependente, deve ser capaz de reduzir a quantidade ou a frequência de beber ou desistir completamente. Se um método não funcionar, tente outro, você provavelmente obterá sucesso com algum deles antes de se tornar dependente.

Caso você já tenha uma dependência leve ou moderada, toda vez que você tomar uma bebida, isso pode se tornar um gatilho para beber mais. Por isso, às vezes é mais fácil aumentar os dias sem beber, em vez de reduzir a quantidade nos dias de consumo ou parar completamente por um período de tempo.

As pessoas que são severamente dependentes geralmente precisam de algum tipo de suporte de abstinência para parar de beber. Geralmente é melhor parar completamente, desde que você tenha assistência médica. Você pode realizar o tratamento de abstinência em um hospital, em casa com a ajuda de um médico de família ou enfermeiro, ou via telessaúde. A abstinência de álcool geralmente dura cerca de cinco a sete dias.

Bebidas sem álcool

Bebidas sem álcool são bebidas alcoólicas com o álcool removido, mas que mantêm um sabor semelhante ao da versão alcoólica, como as cervejas com teor alcóolico de 0 por cento. Há agora uma enorme variedade de opções de bebidas desse tipo.

Se você não é dependente, mas está tentando reduzir o consumo de álcool por motivos de saúde ou outros, essa pode ser uma boa opção. Ao substituir algumas ou todas as suas bebidas alcoólicas habituais por bebidas sem álcool, você ainda pode aproveitar os aspectos sociais da bebida sem os riscos do álcool.

Mas, se você é dependente de álcool, o cheiro e o sabor das bebidas sem álcool podem agir como um gatilho para o consumo das versões alcóolicas da bebida. Eles podem tornar mais difícil fazer mudanças permanentes em sua bebida.

Aplicativos de tratamento e suporte online

Nos últimos anos, uma variedade de aplicativos foram desenvolvidos para apoiar as pessoas a reduzir ou parar de consumir álcool. De acordo com especialistas, eles mostraram resultados promissores em testes iniciais. O benefício desses aplicativos é a acessibilidade, mas os resultados são modestos e parecem funcionar melhor em conjunto com o suporte psicológico profissional.

Intervenções psicológicas

Breves intervenções

Segundo especialistas, apenas cinco minutos de aconselhamento de um clínico geral podem reduzir o consumo de álcool em 30%, especialmente para pessoas que estão na categoria de dependência leve a moderada. Por isso, se você precisar de uma ajudinha para começar, vale a pena conversar com seu médico.

Terapia psicológica

Aconselhamento e terapia são os principais tipos de tratamento para ajudar com problemas relacionados ao consumo de álcool. As sessões com terapeutas qualificados costumam ser uma vez por semana e, às vezes, podem ser entregues em configurações de grupo.

Medicamentos

Vários medicamentos podem ajudar as pessoas que são moderada a gravemente dependentes do álcool. Eles tendem a funcionar melhor em conjunto com o aconselhamento. Converse com seu médico se você acredita que possa precisar de medicamentos além de terapia.

Grupos de auto-ajuda

O movimento Alcoólicos Anônimos pode ser útil para algumas pessoas e também fornece uma rede de apoio muito bem estabelecida, se você precisar. No entanto, com resultados modestos (a taxa de sucesso é estimada em cerca de 10% e a taxa de abandono parece alta), o AA parece ser mais eficaz em conjunto com o tratamento profissional.

Saiba mais
+ Carolina Dieckmann pede R$ 9 milhões por mansão no Rio
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua

álcool